A atualidade das Confissões de Santo Agostinho

Sérgio Ricardo Strefling

Resumo


Na obra As Confissões, Agostinho apresenta-se como o sujeito que descobre o fundamento subjetivo da certeza, não só como fundamento cognitivo, mas também como fundamento moral. Trata-se de uma obra-mestra nos aspectos literário, teológico e filosófico. Explora extensamente os estados interiores da mente humana e a relação mútua existente entre a graça e a liberdade, que são temas dominantes na história da filosofia e da teologia ocidentais.
PALAVRAS-CHAVE: subjetivo; alma; graça; liberdade; indivíduo.

Texto completo:

PDF


ISSN-L: 0103-314X

e-ISSN: 1980-6736



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS