Avaliação da criatividade por meio da produção de metáforas

Augusto Rodrigues Dias, Gleiber Couto, Ricardo Primi

Resumo


Este estudo refere-se à precisão e validade de um instrumento de avaliação da criatividade por meio da produção de metáforas. A amostra foi de124 estudantes universitários dos cursos de Psicologia, Letras, Administração de Recursos Humanos e Turismo. Os dados foram analisados verificando-se, em termos de precisão, a consistência interna do instrumento e a adequação do seu sistema de correção, por intermédio de juízes independentes. A validade foi aferidas pela consistência interna e pela correlação do instrumento com duas atividades do teste “Pensando Criativamente com Figuras e Palavras”, versão brasileira. Os resultados indicaram existir, em termos de precisão, consistência interna para o instrumento e adequação do seu sistema de correção, e em termos de validade, observou-se evidências relacionadas à estrutura interna, com suas variáveis correlacionando-se uma com as outras e correlações positivas e significativas com as duas atividades do teste Pensando Criativamente com Figuras e Palavras, em especial a atividade verbal.

Palavras-chave


criatividade; metáforas, validade, fidedignidade,testes psicológicos

Texto completo:

PDF


e-ISSN: 1980-8623 | ISSN-L: 0103-5371


Exceto onde especificado diferentemente, aplicam-se à matéria publicada neste periódico os termos de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, que permite o uso irrestrito, a distribuição e a reprodução em qualquer meio desde que a publicação original seja corretamente citada.