Literatura e história em El señor presidente, de Miguel Ángel Asturias: registro de seu tempo

Margarete Hülsendeger, Regina Kohlrausch

Resumo


O guatemalteco Miguel Ángel Asturias (1899-1974), escritor, diplomata e Prêmio Nobel de Literatura (1967) foi um dos grandes escritores latino-americanos, junto com Gabriel García Márquez e Mario Vargas Llosa. Entre suas várias obras destaca-se El señor presidente (1946), o romance que lhe trouxe fama internacional e no qual traça, de forma caricatural e grotesca, o retrato de um típico ditador latino-americano e de seu governo baseado no terror, na maldade e na morte. Nesse contexto, onde predomina o medo e a crueldade, aparecem duas mulheres – Camila Canales e Niña Fedina – que, unidas pela tragédia, terão de fazer frente a esse jogo de poder entre o bem e o mal. Na análise da trajetória dessas duas personagens se percebe a construção de uma narrativa hibrida, porque “incorpora la historia en la literatura”, que coloca a mostra a luta travada entre as forças da luz – o povo oprimido do qual fazem parte as mulheres, muitas vezes ignoradas – e a das trevas – o ditador e todos que, por medo ou ambição, compactuam com ele –, segundo os mitos latino-americanos. Neste trabalho, ao destacar essas duas personagens, objetiva-se mostrar, como sinalizou Pesavento (2006), que a literatura e a história “guardam com a realidade distintos níveis de aproximação”, e que a literatura pode servir de fonte para a história, enquanto “registro e impressão da vida”, porque é um “inegável registro de seu tempo”.


Palavras-chave


Miguel Ángel Asturias; Literatura Latino-americana; Literatura e história.

Texto completo:

PDF

Referências


ASTURIAS, Miguel Àngel. El señor presidente. Madrid: Cátedra, 1997.

ASTURIAS, Miguel Àngel. Leyendas de Guatemala. Madrid: Alianza Editorial, 2011.

BAKHTIN, Mikhail. Estética da criação verbal. Tradução feita a partir do francês por Maria Ermantina Galvão G. Pereira; revisão da tradução de Marina Appenzeller. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

CANDIDO, Antonio et al. A personagem de ficção. 13. ed. São Paulo: Perspectiva, 2014.

ESTEVES, Antonio R. O romance histórico brasileiro contemporâneo (1975-2000). São Paulo: UNESP, 2010.

HIMELBLAU, Jack. El señor presidente: Antecedents, Sources, and Reality. Hispanic Review, v. 41, n. 1, p. 43-78, 1973.

MARTIN, Gerald. Introducción del Coordinador. In: ASTURIAS, Miguel Ángel. Hombres de maíz. Edición crítica. Madrid; Paris; México; Buenos Aires; São Paulo; Lima; Guatemala; San José de Costa Rica; Santiago de Chile: ALLCA XX, 1997.

MENTON, Seymour. La nueva novela histórica de la América Latina (1979-1992). México: Fondo de Cultura Económica, 1993.

LANOËL-D’AUSSENAC, Alejandro (Ed.). Introducción. In: ASTURIAS, Miguel Angel. El señor presidente. Madrid, 1997. p. 9-110.

PAMUK, Orhan. O romancista ingênuo e o sentimental. Tradução de Hildegard Feist. São Paulo: Companhia das Letras, 2011.

PESAVENTO, Sandra Jatahy. História & Literatura: uma velha-nova história. Nuevo Mundo Mundos Nuevos, Debates, 2006. Em linha em 28/01/2006. Disponível em: http://nuevomundo.revues.org/1560. Acesso em: 02 out. 2015.

SARTRE, Jean-Paul. O que é literatura? Tradução de Carlos Felipe Moisés. São Paulo: Ática, 2004.

VERGARA, Amina Maria Figueroa. A United Fruit Company e a Guatemala de Miguel Angel Asturias, f. 142. Dissertação (Mestrado em História Social) – Universidade de São Paulo.

São Paulo, 2010. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8138/tde-30042010-132256/pt-br.php. Acesso em: 14 set. 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-4301.2016.1.23936

e-ISSN: 1984-4301 

 

Avaliação do Qualis CAPES - 2013/2016

ÁREA CAPES - Linguística / Literatura

CLASSIFICAÇÃO DE PERIÓDICO - B1



Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org

Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras. Disponibilidade para depósito: Azul.

 

 

Copyright: © 2006-2019 EDIPUCRS