Saberes do aluno e intervenção docente: uma prática de produção textual

Renata Junqueira de Souza, Elianeth Dias Kanthack Hernandes, Gislene Aparecida da Silva Barbosa

Resumo


O artigo apresenta o processo e os resultados de uma avaliação diagnóstica de escrita aplicada em alunos de 6º ano e também propõe uma sequência didática como intervenção docente. Com base na escrita de um conto, é avaliada a capacidade do estudante de identificar e de materializar os elementos da língua, garantindo a construção de sentido: uso do discurso direto, paragrafação, uso de coesivos, registro das letras maiúsculas e minúsculas, registro das ações, presença dos elementos da narrativa. A análise dos resultados e a proposta das práticas educativas sustentam-se nas pesquisas de Dolz e Schnewly (2004) sobre estratégias metodológicas para ensinar a produção de texto na escola, com base em um gênero textual, de relevância nas práticas cotidianas, destacando o procedimento de sondagem da aprendizagem como eixo e ponto de referência para o planejamento e para a realização de significativas intervenções docentes.


Palavras-chave


Aprendizagem da escrita. Avaliação diagnóstica. Metodologia do ensino.

Texto completo:

PDF

Referências


COLOMER, Teresa; CAMPS, Anna. Ensinar a ler, ensinar a compreender. Porto Alegre: Artmed, 2002.

DOLZ, Joaquim; GAGNON, Roxane; DECÂNDIO, Fabrício. Produção escrita e dificuldades de aprendizagem. Trad. de Fabrício Decândio e Anna Rachel Machado. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010.

DOLZ, Joaquim; NOVERRAZ, Michele; SCHNEUWLY, Bernard. Sequências didáticas para o oral e a escrita: apresentação de um procedimento. In: DOLZ, J.; SCHNEUWLY, B. (Org.). Gêneros orais e escritos na escola. Trad. de Roxane Rojo e Glaís Sales Cordeiro. Campinas: Mercado de Letras, 2004. p. 21-39.

GUEDES, Paulo Coimbra. Da redação à produção textual: o ensino da escrita. São Paulo: Parábola, 2009.

LERNER, Delia. Ler e escrever na escola: o real, o possível e o necessário. Porto Alegre: Artmed, 2002.

MARCUSCHI. Luiz Antônio. Produção textual, análise de gêneros e compreensão. São Paulo: Parábola, 2009.

SÃO PAULO. Secretaria da Educação. Avaliação da aprendizagem em processo: comentários e recomendações Pedagógicas – 6º ano. 8. ed. São Paulo, 2015.

SOARES, Magda. A escolarização da literatura infantil e juvenil. A escolarização da leitura literária. Belo Horizonte: Autêntica, 2003.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1981-2582.2017.3.24606

Este periódico é membro do COPE (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Apoio Institucional – fev./dez. 2012 referente ao Edital MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº. 15/2011.




Educação

e-ISSN 1981-2582
ISSN-L 0101-465X


Avaliação do Qualis CAPES - 2014 
ÁREA CAPES - Educação
CLASSIFICAÇÃO - A2

E-mail: reveduc@pucrs.br



Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

 

Políticas Editoriais das Revistas Científicas Brasileiras.

Disponibilidade para depósito: Azul

 

Copyright: © 2006-2017 EDIPUCRS