Para além do horizonte: ensino em Ciência Política no interior de Minas Gerais

Rayza Sarmento, Daniela Leandro Rezende, Hilton Felippe dos Santos Júnior

Resumo


O artigo analisa como se organiza o ensino de Ciência Política no interior de Minas Gerais. Justifica-se pelo fato de que a compreensão de tal área disciplinar ainda é muito focada nas capitais brasileiras, especialmente onde há cursos de pósgraduação nos níveis de mestrado e doutorado. Interessa-nos avaliar as especificidades focadas no interior do País, especialmente em Minas Gerais, por esse ser um estado com maior concentração numérica de universidades federais no Brasil, além de possuir, para além da capital Belo Horizonte, departamentos e graduações em Ciências Sociais, que ofertam disciplinas e contam com corpo docente voltado para pesquisa e extensão específicas em Ciência Política. Empiricamente, a pesquisa se voltou para a coleta e a análise de dados sobre: a) oferta de disciplinas; b) construção de programas analíticos de disciplinas obrigatórias e optativas; e c) percursos de formação docente de professores/ as da área de Ciência Política.


Palavras-chave


Ensino. Ciência Política. Graduação. Minas Gerais.

Texto completo:

PDF

Referências


AMORIM NETO, Octavio; SANTOS, Fabiano. La ciencia política en Brasil: el desafío de la expansión. Revista de Ciencia Política, Santiago, v. 25, n. 1, p. 101-110, 2005. https://doi.org/10.4067/s0718-090x2005000100007

AMORIM NETO, Octavio; SANTOS, Fabiano. La Ciencia Política en Brasil en la última década: la nacionalización y la lenta superación del paroquialismo. Revista de Ciencia Política, Santiago, v. 35, n. 1, p. 19-31, 2015. https://doi.org/10.4067/s0718-090x2015000100002

AVRITZER, Leonardo. O papel do pluralismo na formação e consolidação da ciência política no Brasil. In: AVRITZER, Leonardo; MILANI, Carlos; BRAGA, Maria do Socorro (org.). A ciência política no Brasil: 1960-2015. Rio de Janeiro: FGV, 2016. p. 165-186. https://doi.org/10.1590/0103-335220192908

BARBERIA, Lorena Guadalupe et al. Novas experiências com o ensino de métodos em Ciência Política. In: ENCONTRO DA ABCP-AT ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIA POLÍTICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS, 9., 2014, Brasília. Anais [...]. Brasília: [s. n.], 2014. https://doi.org/10.17951/al.2014.1.0.155

BULCOURF, Pablo; MÁRQUEZ, Enrique Gutiérrez; CARDOZO, Nelson. El desarrollo de la Ciencia Política en Argentina, Brasil y México: construyendo una mirada comparada. Anuario Latinoamericano: Ciencias Políticas y Relaciones Internacionales, [s. l.], v. 1, p. 155-184, 2014.

CALVINO, Italo. Por que ler os clássicos. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

CAPES. Documento de área: área 39: Ciência Política e Relações Internacionais. Brasília: CAPES, 2016.

FORJAZ, Maria Cecília Spina. A emergência da ciência política no Brasil: aspectos institucionais. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 12, n. 35, 1997. https://doi.org/10.1590/s0102-69091997000300007

LEITE, Fernando; CODATO, Adriano. Autonomização e institucionalização da Ciência Política brasileira: o papel do sistema Qualis-Capes. Agenda Política, São Paulo, v. 1, n. 1, p. 1-21, 2013.

LESSA, Renato. O campo da Ciência Política no Brasil: uma aproximação construtivista. Revista Estudos Hum(e)anos, [s. l.], n. 2, p. 3-31, 2011.

MARENCO, André. Cinco décadas de ciência política no Brasil: institucionalização e pluralismo. In: AVRITZER, Leonardo; MILANI, Carlos; BRAGA, Maria do Socorro (org.). A ciência política no Brasil: 1960-2015. Rio de Janeiro: FGV, 2016. p. 141-164. https://doi.org/10.1590/0103-335220192908

MOLIN, Naiara; CIGALES, Marcelo. Trabalhando a ciência política em sala de aula: recursos didáticos e metodológicos. In: ENCONTRO DA ABCP-AT ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIA POLÍTICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS, 9., 2014, Brasília. Anais [...]. Brasília: [s. n.], 2014. https://doi.org/10.4025/imagenseduc.v5i3.26492

MORAES, Luiz Fernando et al. Os cursos de bacharelado em Ciência Política no Brasil: refletindo sobre a questão da docência. In: ENCONTRO DA ABCP - AT ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIA POLÍTICA E RELAÇÕES

INTERNACIONAIS, 9., 2014, Brasília. Anais [...]. Brasília: [s. n.], 2014. https://doi.org/10.33167/2184-2078.rpcp2018.9/pp.111-137

MORAES, Luiz Fernando; AZOLIN, Audren. Os cursos de bacharelado em ciência política no Brasil: a perspectiva do mercado de trabalho. In: ENCONTRO DA ABCP - AT ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIA POLÍTICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS, 8., 2012, Gramado. Anais [...]. Gramado: [s. n.], 2012. https://doi.org/10.29327/13455

NASCIMENTO, Emerson; SANTANA, Lucian. Com que teoria? Aprendendo e ensinando sobre ontologia e epistemologia no estudo da Ciência Política. In: ENCONTRO DA ABCP - AT ENSINO E PESQUISA EM CIÊNCIA POLÍTICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS, 8., 2012, Gramado. Anais [...]. Gramado: [s. n.], 2012. https://doi.org/10.7476/9788575415092.0006

REIS, Fabio W. Huis clos no Chile e ciência política no Brasil. In: AVRITZER, Leonardo; MILANI, Carlos; BRAGA, Maria do Socorro (org.). A ciência política no Brasil: 1960-2015. Rio de Janeiro: FGV, 2016. p. 13 60. https://doi.org/10.1590/0103-335220192908




DOI: http://dx.doi.org/10.15448/1984-7289.2019.3.33462

Direitos autorais 2019 Civitas - Revista de Ciências Sociais

ISSN-L: 1519-6089  -  e-ISSN: 1984-7289

Civitas - Revista de Ciências Sociais

....................................................................................................................................................................................................

Este periódico é membro do Cope (Committee on Publication Ethics) e adere aos seus princípios. http://www.publicationethics.org


Licença Creative Commons
Exceto onde especificado diferentemente, a matéria publicada neste periódico é licenciada sob forma de uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

 

Políticas editoriales de revistas científicas brasileñas. Disponibilidad de depósito: Azul .

Copyright: © 2006-2020 Edipucrs