Por uma filosofia da migração

Palavras-chave: Migração. Soberania. Cidadania. Comunidade. Estrangeiro-residente.

Resumo

O objetivo deste texto é participar do debate sobre uma filosofia da migração. Em uma época que se destaca pela discussão sobre o fechamento de fronteiras e se procura estabelecer critérios para aceitação de refugiados e migrantes, a filosofia pode auxiliar na compreensão do que se passa na atualidade. Nesse sentido, o tema das migrações, dos estrangeiros, da soberania e das atribuições do estado-nação ganham contornos demasiado importantes e que merecem um tratamento renovado. Mais do que fornecer ferramentas para a solução de problemas políticos específicos, pragmáticos, a análise que se pretende aqui tem mais a ver com um exercício de compreensão de um tema que já se tornou clássico: o tema das migrações. A primeira parte deste trabalho busca, então, reconstruir as teorias que justificaram – e ainda justificam – um tratamento desigual entre cidadão e estrangeiro, entre o autóctone e o residente. Teorias da soberania, do Estado e da cidadania terão lugar especial para, em seguida, na segunda parte, propor que essas não são mais suficientes para dar conta do tema em questão. O soberanismo e a cidadania precisa ceder lugar para o tema da acolhida e da comunidade, horizontes que possibilitam como se pode encarar a demanda de coabitação com o estrangeiro, com o migrante, com o estrangeiro-residente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauro Cardoso Simões, Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Campinas, SP

Doutor em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP, Campinas, SP, Brasil), professor da Faculdade de Ciências Aplicadas da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), Limeira, SP, Brasil.

Referências

ARENDT, Hannah. Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

AALBERTS, Tanja E. The Sovereignty Game States Play: (Quasy-)States in the International Order Revue Internationale de Sémiotique Juridique 17, p. 245–257, 2004. https://doi.org/10.1023/B:SELA.0000033625.73712.1c

BENHADIB, Seyla. The Rights of Others. Aliens, Residents and Citizens. The John Seeley Memorial Lectures. Cambridge: Cambridge University Press, 2004.

DI CESARE, Donatella. Stranieri Residenti. Una filosofia della migrazione. Torino: Bollati Boringhieri, 2017.

DOUGLAS, Mary. Risk and Blame: Essays in cultural theory. London: Routledge, 1992.

HABERMAS, Jurgen. A constelação pós-nacional. SP: Littera Mundi, 2001.

HART, Herbert L. A. Legal Rights. In: Essays on Bentham: Jurisprudence and Political Theory. Oxford: Clarendon Press, 1982.

KRISTEVA, Julia. Estrangeiros de nós mesmos. RJ: Rocco, 1994

MAQUIAVEL, Nicolau. O Príncipe. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

MAQUIAVEL, Nicolau. Discurso sobre a primeira década de Tito Lívio. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

MILL, John Stuart. A Liberdade. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

Publicado
2020-05-15
Como Citar
Simões, M. C. (2020). Por uma filosofia da migração. Veritas (Porto Alegre), 65(1), e36152. https://doi.org/10.15448/1984-6746.2020.1.36152
Seção
Moral & Political Philosophy