O PROBLEMA DA RESPONSABILIDADE MORAL NA PERSPECTIVA DE K.-0. APEL

  • Angelo Cenci Departamento de Filosofia da UPF
Palavras-chave: Responsabilidade moral, fundamentação última, princípios de universalização

Resumo

O autor discute o desenvolvimento recebido pela responsabilidade moral em Apel, tornando como ponto de partida a questão da possibilidade e dificuldade de uma fundamentação racional da ética na era da ciência. Isso remete para a análise da responsabilidade moral no âmbito da teoria dos tipos de racionalidade e do seu vínculo com a fundamentação última. A ideia de que uma ética da intenção não dá conta de tal problema leva Apel a abordá-lo a partir da transformação do princípio de universalização de Kant e da introdução de um segundo princípio, o de complementação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

APEL, K.-0. Una ética de la responsabilidad en la era de la ciencia. Buenos Aires: Almagesto, 1985.

---. Límites de la etica discursiva? In.: CORTINA, A. Razon comunicativa y responsabilidade solidaria. Salamanca: Sígueme, 1988.

- - - . La ética de! discurso como ética de la responsabilidad. Una transformación posmetafísica de la ética de Kant. Barcelona: Paidós, 1991.

---. Estudos de moral moderna. Petrópolis: Vozes, 1994.

CORTINA, A. Razón comunicativa y responsabilidad solidaria. Salamanca: Sígueme, 1988.

HABERMAS, J. Consciência moral e agir comunicativo. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1989.

---. Escritos de moralidad y eticidad. Barcelona: Paidós, 1991.

OLIVEIRA, M. A. Ética e economia. São Paulo: Ática, 1995.

SOUZA, J. M. A. O argumento transcendental-pragmático e a transformação da filosofia. Porto Alegre,

UFRGS, 1994 (dissertação de mestrado)

POPPER, K. A sociedade aberta e seus inimigos. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: Edusp, 1987.

WEBER, M. Ciência como vocação/ Política como vocação. In: Ensaios de sociologia. 5. ed. Rio de Janeiro: Guanabara, 1982.

Publicado
1997-12-31
Como Citar
Cenci, A. (1997). O PROBLEMA DA RESPONSABILIDADE MORAL NA PERSPECTIVA DE K.-0. APEL. Veritas (Porto Alegre), 42(4), 961-975. https://doi.org/10.15448/1984-6746.1997.4.35756