UMA ABORDAGEM DO CONCEITO DE CAOS E DO CONCEITO DE DETERMINISMO PRESENTES NA FÍSICA E NA TEORIA DE CIRNE-LIMA

  • Vanderlei de Oliveira Farias Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS
Palavras-chave: Caos, determinismo, liberdade, necessidade, contingência

Resumo

A filosofia como sistema, segundo Cime-Lima, só poderá ser justificada se caos e determinismo puderem ser justificados. Trata-se de uma unificação entre a "substância" de Spinoza e o "eu livre" de Kant. Para que isso possa ser justificado busca-se na Física um paradigma de discussão. Podemos encontrar na Física uma teoria que corrobore a ideia de uma justificação via sistema, como pretende CirneLima, isto é, onde haja uma unificação entre caos e determinismo?

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BANBLOQUANTZ, A. Molecules,. dynamics and Jife: An int.roducr.ton ro self-Oiganization o! mater. Usa: J Wiley, 1986.

BERNSTEIN, j. As ideias de Einstem. SP: Cultlix, 1900.

CHARDIN. T. El fenômeno humano. Madrid: Taurus, 1003.

CHERNIKOV, A. A., ZAGDEE.V, R. Z. ZASLAVSKI, G.M Chaos bow regular can it the be? Fhisics Today, NY, v. 41, p. 27-35.

CHIVIN, R Deus das formigas, Deus das estrelas. Portugal: Pub. Europa-Améríra, 1990.

CIRNE-LIMA, C. Dialética para principiantes, EDIPUCRS, Porto Alegre, 1996.

---. Filosofia e Sistema

---. Sobre a Contradição_ EDIPUCRS, Porto Alegre, 1993.

DAVIES. DIos e la nueva Física. Barcelona: Salvat, 1900.

EDDER, J., REMBOLD, H_ Biosemiotics a padign of bidogy.. Naturwissenchaften, Bedín, v. 79, p .60-671992.

EIGEN, WINKLEE,.O joga. As .leis naturaís que regulam o acaso. Lisboa: Gradiva, 1989.

EINSTEIN, A Comment on meyerson’s la deduction relativiste. Rewe Philosophie de la France et de l’Strange, v.105, p. 161-66-1928

FREIRE-MAIA, N. Criação e evolução. Deus;. O acaso e a necessidade. Rio de Janeiro: Ed. Vozes, 1986.

GALILEI, Galileo. NEWTON, l. O ensaiadoc. Princípios matemáticos.SP: Nova Cultural, 1987.

GLEICK. J. Caos,. a construção de uma nova ciência, Gradiva,. Lisboa. 198S.

GUTZWILLER, M.C, "Quantum Caos" Scíentific .American, p. 26, Janeiro de 1992.

HAWKING, S.W. Uma breve historia do tempo. Rio de Janeiro: Rocco, 1988.

JAST'ROW, R. O tear encantado. Lisboa: Edições 70, 1987.

KAUFFMAN, S.. A. Antichaos and adaptation.. Sci. Amer. NY, v. 264, p. 64-70, 1991

KONINCK, C. Tire hollow universe. Inglatena: Oxford Umv. Premi, 1900.

MANDELBROT, B. Objetos fractais. Lisboa: Gradiva,19~H.

OLIVE1RA, Manfredo A. Tópicos sobre Dialética. EDIIPUCRS, Porto Alegre 1997.

RUELLE, David. Acaso e Caos.. tradução de Roberto Leal Ferreira. SP: Editora da Universidade Estadual Paulista,, 1993.

SILVEIRA. Fernando Lang. Determinismo, Previsibilidade e Caos. in Cadernos Cat. Ensíno de Fisíra v. 10, n" 2 p. 137-147, agosto d'e 1993.

STEWART, será que Deus joga dados? A nova matemática do caos

TARRAOO, M..E..P. "Uma conversa sobre o caos, palestra proferida pelo Instituto de Física de Junho/98 PUCRS.

TREFIL,. J. S. De los atomas a los quarks. Barcelona: Salvat,1986

YUNES, Rosendo A A Organização da Matéria:- acaso ou informaçãoo Florianópolis Ed. da UF$C, 1995. Zabar editora, RJ, 1991..

Publicado
1998-12-30
Como Citar
Farias, V. de O. (1998). UMA ABORDAGEM DO CONCEITO DE CAOS E DO CONCEITO DE DETERMINISMO PRESENTES NA FÍSICA E NA TEORIA DE CIRNE-LIMA. Veritas (Porto Alegre), 43(4), 1129-1139. https://doi.org/10.15448/1984-6746.1998.4.35499
Seção
Artigos