LEVINAS: MITO-LOGOS E A POSSIBILIDADE DE UM SENTIDO ÉTICO

  • Marcelo Fabri UFSM
Palavras-chave: Mito. Logos. Totalidade. Ética. Sentido. Ontologia.

Resumo

O artigo aborda a crítica de Levinas ao
predomínio do Logos no pensamento ocidental e
investiga de que maneira a resistência ética à
Totalidade só pode ser entendida se considerarmos
igualmente a sua critica à noção de participação
mistica, no sentido de Levy-Brühl. A tese
de fundo e que a visão negativa do discurso
ontológico ocidental e, no fundo, uma critica as
relações entre este discurso e a esfera do Mito, e
esta crítica que possibilita um Logos irredutível
ao primado da ontologia e da Totalidade. Esta
possibilidade se descreve por uma constante
tensão entre o ético e o ontológico.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
1999-12-31
Como Citar
Fabri, M. (1999). LEVINAS: MITO-LOGOS E A POSSIBILIDADE DE UM SENTIDO ÉTICO. Veritas (Porto Alegre), 44(2), 285-296. https://doi.org/10.15448/1984-6746.1999.2.35193