FRANCESCO PATRIZI E SEI ERRORI DI ARISTOTELE NELLA DEFINIZIONE DEL TEMPO

  • Francesco Bottin Univ. de Padova.
Palavras-chave: Francesco Patrizi. Concepção aristotélica de tempo. “Infinito possível". “Infinito atual”.

Resumo

 

 

Este artigo apresenta as críticas de Francesco Patrizi à concepção aristotélica de tempo na sua Física, isto é, a crítica de Patrizi ao princípio de que o tempo é infinito em termos de infinidade matemática. A principal tese de Patrizi é a de que a “infinidade possível" da matemática acarreta contradições quando aplicada a substâncias naturais e à ciência natural em geral.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2001-12-30
Como Citar
Bottin, F. (2001). FRANCESCO PATRIZI E SEI ERRORI DI ARISTOTELE NELLA DEFINIZIONE DEL TEMPO. Veritas (Porto Alegre), 46(3), 431-440. https://doi.org/10.15448/1984-6746.2001.3.35020