Um jogo interativo: a relação entre pais e filhos adultos no cotidiano familiar contemporâneo

  • Terezinha Féres-Carneiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  • Celia Regina Henriques Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
  • Bernardo Jablonski Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Palavras-chave: relação pais e filhos adultos, coabitação intergeracional, cotidiano familiar, dinâmica de convivência

Resumo

O objetivo deste trabalho é investigar a relação pais-filhos adultos coabitantes, na esfera doméstica familiar. Pesquisamos esse universo por meio de um estudo de campo, realizando entrevistas semiestruturadas com oito famílias de classe média da cidade do Rio de Janeiro. Foram entrevistadas, separadamente e depois em dupla, quatro díades mãe-filho, três díades mãe-filha e uma díade pai-filha. Dentre os temas que emergiram da análise dos dados, destacamos, para apresentar neste trabalho, o jogo interativo nas instâncias relacionais, por considerá-lo como agregador dos demais. Verificamos que, na dinâmica interativa, um jogo relacional é estabelecido. Os membros destas díades instituem os limites entre os espaços pessoais e os coletivos na relação e, ao mesmo tempo, mostram-se capazes de alternar posições, acomodando interesses do momento. Assim, estabelecem um contexto propício para um interjogo, que transforma o espaço familiar em um espaço dinâmico, que faz sentido e gera reconstruções de significados.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-08-19
Como Citar
Féres-Carneiro, T., Henriques, C. R., & Jablonski, B. (2011). Um jogo interativo: a relação entre pais e filhos adultos no cotidiano familiar contemporâneo. Psico, 42(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/9419
Seção
Artigos