Escala de Valores Pessoais: validação da versão reduzida em Amostra de trabalhadores brasileiros

  • Camila Bolzan de Campos
  • Juliana Barreiros Porto Universidade de Brasília
Palavras-chave: Valores pessoais, teoria de valores de Schwatz, validação.

Resumo

A literatura tem mostrado especial interesse na pesquisa com valores individuais, destacada pela amplitude de publicações em função de sua relevância na predição de comportamentos. A escala de valores PQV (Portrait Questionnaire Value) avalia o sistema de valores individuais baseada no modelo teórico de valores humanos de Schwartz. Este artigo tem como objetivo validar a versão reduzida de 21 itens do PQV. Para tanto, uma amostra de 554 trabalhadores brasileiros de empresas privadas responderam o questionário. Os resultados do Escalonamento Multidimensional (MDS) com o método de escalonamento do coeficiente de alienação de Guttman apontaram a adequação da estrutura teórica para interpretar a correlação entre os itens. Conclui-se que a versão reduzida é uma alternativa ao mesmo instrumento original, conservando sua estrutura e exigindo menor tempo de aplicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Bolzan de Campos
Psicóloga, Doutora em Psicologia Social pela Universitat de Barcelona
Juliana Barreiros Porto, Universidade de Brasília
Psicóloga, Mestre e Doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília. Professora adjunta do Departamento de Administração da Universidade de Brasília
Publicado
2010-05-17
Como Citar
Bolzan de Campos, C., & Porto, J. B. (2010). Escala de Valores Pessoais: validação da versão reduzida em Amostra de trabalhadores brasileiros. Psico, 41(2). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/5817