Escritura na convergência de mídias: uma nova experiência estética

  • Karla Rosane do Amaral Demoly UNIJUI
  • Cleci Maraschin UFRGS
  • Margarete Axt UFRGS
Palavras-chave: escritura, convergência de mídias, cognição

Resumo

Neste artigo procuramos analisar como se produz a articulação de linguagens nos processos de composição escrita na internet a partir de uma experiência com professores com condições perceptivas diferenciadas. Partimos da hipótese de que as mudanças nas coordenações de ações em atos de escritura digital, ao envolver um trabalho de manipulação e edição de diferentes mídias – imagens, sons, textos e a Língua de Sinais – faz com que surja uma nova experiência de escritura, implicando em mudanças cognitivas, afetivas e estéticas. As novas coordenações de ações envolvidas na escritura digital apontam para a força e presença de imagens, para uma conjunção entre texto-imagem-som e línguas, o que leva a repensar nossa relação com a escritura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Karla Rosane do Amaral Demoly, UNIJUI
Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Bolsista CAPES e Professora da Universidade Regional do Noroeste do Estado do RS (UNIJUÍ).
Cleci Maraschin, UFRGS
Professora do Instituto de Psicologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Docente do Programa de Pós-Graduação em Psicologia Social e Institucional e do Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação.
Margarete Axt, UFRGS
Professora da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação e do Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação.
Publicado
2009-04-16
Como Citar
do Amaral Demoly, K. R., Maraschin, C., & Axt, M. (2009). Escritura na convergência de mídias: uma nova experiência estética. Psico, 40(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/3516
Seção
Artigos