Reconhecimento de Expressões Faciais de Emoções: Padronização de Imagens do Teste de Conhecimento Emocional

  • Nara Côrtes Andrade Universidade Federal da Bahia
  • Neander Silva Abreu Universidade Federal da Bahia
  • Victor Riccio Duran Universidade Federal da Bahia
  • Tainã Jesus Veloso Universidade Federal da Bahia
  • Narena Alencar Moreira Universidade Federal da Bahia
Palavras-chave: Emoções, Expressão facial, Cultura, Padronização.

Resumo

 As emoções possuem papel fundamental na socialização humana e as expressões faciais são uma importante via para a sua comunicação. O objetivo deste estudo foi obter dados de padronização para população brasileira das 83 fotografias de expressões faciais de emoções básicas que compõem o Teste de Conhecimento Emocional (EMT) e compará-los com os dados da amostra estadunidense, analisando semelhanças e diferenças culturais. Participaram 80 estudantes universitários da cidade de Salvador (Bahia, Brasil). Cada fotografia, apresentada sequencialmente através de projeção visual, foi julgada em termos de qual emoção melhor correspondia à expressão facial. Os resultados mostram bom nível de concordância no julgamento das imagens. As amostras brasileira e norte-americana julgaram 95,2% das imagens como expressando a mesma emoção. O presente estudo corrobora a hipótese de universalidade das emoções básicas, fornece imagens padronizadas para uso do EMT na população brasileira e discute diferenças culturais quanto ao julgamento da intensidade das expressões emocionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-11-11
Como Citar
Andrade, N. C., Abreu, N. S., Duran, V. R., Veloso, T. J., & Moreira, N. A. (2013). Reconhecimento de Expressões Faciais de Emoções: Padronização de Imagens do Teste de Conhecimento Emocional. Psico, 44(3), 382-390. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/15825
Seção
Artigos