Crítica genética, um método para o estudo da produção do acontecimento jornalístico

  • Virginia Pradelina da Silveira Fonseca Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Karine Moura Vieira Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Acontecimento, biografia, jornalismo

Resumo

Este paper tem o objetivo de refletir sobre a Crítica Genética como uma alternativa metódica para o estudo da produção da biografia como acontecimento jornalístico. Para isso, primeiramente, circunscreve-se o gênero à condição de acontecimento e, a seguir, discute-se a biografia no jornalismo. Na segunda parte, apresenta-se a Crítica Genética e aplica-se a metodologia para a análise da produção do Prólogo da biografia Padre Cícero: poder, fé e guerra no sertão, de autoria do jornalista Lira Neto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Virginia Pradelina da Silveira Fonseca, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Karine Moura Vieira, Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Referências

ALMEIDA, Simão Farias. Livro-reportagem: um gênero de polêmica. Disponível em: http://www.ufrr.br/component/

option.com Acesso em: 22 maio 2008.

ALSINA, Miquel R. A construção da notícia. Petrópolis: Vozes, 2009.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso das mídias. São Paulo: Contexto, 2007.

CHAPARRO, Manuel Carlos. Sotaques d’aquém e d’além mar: travessias para uma nova teoria dos gêneros jornalísticos. São Paulo: Summus, 2008.

FRANCISCATO, Carlos Eduardo. A fabricação do presente: como o jornalismo reformulou a experiência do tempo nas sociedades ocidentais. São Cristóvão: Editora UFS/Fundação Oviedo Teixeira, 2005.

GOBBI, Maria Cristina. Método biográfico. In: BARROS, Antonio; DUARTE, Jorge. Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação. São Paulo: Atlas, 2005.

GRÉSSILON, Almuth. Elementos de Crítica Genética: ler os manuscritos modernos. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2007.

GUERRA, Josenildo. O percurso interpretativo da notícia: verdade e relevância como parâmetros de qualidade jornalística. São Cristóvão: Editora UFS; Aracaju: Fundação Oviêdo Teixeira, 2008.

HAY, Louis. A literatura dos escritores: questões de crítica genética. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2007.

______. A montante da escrita. Rio de Janeiro: Fundação Rui Barbosa, 1999.

LIMA, Edvaldo Pereira. Páginas ampliadas: o livro-reportagem como extensão do jornalismo e da literatura. Campinas: Editora da Unicamp, 1993.

LIRA NETO. Padre Cícero – poder, fé e guerra no sertão. São Paulo: Cia. das Letras, 2009.

MARQUES DE MELO, José Marques. A opinião no jornalismo brasileiro. Petrópolis: Vozes, 1994.

MOTTA, Marly Silva da. O relato biográfico como fonte para a história. Revista Vidya, Santa Maria, n. 34, 2000.

MOTTA, Luis Gonzaga. Análise pragmática da narrativa jornalística. In: LAGO, Cláudia e BENETTI, Márcia. Metodologia de Pesquisa em Jornalismo. Porto Alegre: Editora Vozes, 2008.

MOREIRA, Fabiane. Os valores-notícia no jornalismo impresso:

análise das “características substantivas” das notícias nos jornais Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo e O Globo. 2006. Dissertação (Mestrado em Comunicação e Informação) - Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação, UFRGS, Porto Alegre, 2006.

MOUILLAUD, Maurice. A crítica do acontecimento ou o fato em questão. In: PORTO, Sérgio Dayrell (Org.). O jornal: da forma ao sentido. Brasília: Paralelo 15, 1997.

RODRIGUES, Adriano Duarte. O acontecimento. In: TRAQUINA, Nelson (Org.). Jornalismo: questões, teorias e “estórias”. Lisboa: Veja, 1993.

SALLES, Cecília Almeida. Crítica genética: fundamentos dos estudos genéticos sobre o processo de criação artística. 3. ed.

São Paulo: EDUC, 2008.

SODRÉ, Muniz. A narração do fato: notas para uma teoria do acontecimento. Petrópolis: Vozes, 2009.

VILAS BOAS, Sergio. Biografias e biógrafos: jornalismo sobre personagens. São Paulo: Summus, 2002.

Como Citar
Fonseca, V. P. da S., & Vieira, K. M. (2011). Crítica genética, um método para o estudo da produção do acontecimento jornalístico. Revista FAMECOS, 17(3), 228-236. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2010.3.8190
Seção
Jornalismo e Conhecimento