A construção social de sentidos e o fenômeno da recepção: em questão o papel dos realizadores

  • Maria Carmem Jacob de Souza Universidade Federal da Bahia
Palavras-chave: Comunicação, telenovelas, recepção

Resumo

Neste texto apresentam-se reflexões em torno da seguinte questão: em que medida o conhecimento da trajetória dos realizadores das obras massivas e dos processos de fabricação destes produtos colabora na análise dos processos de consumo cultural e dos muitos modos de compreensão e interpretação dos sentidos ofertados, um dos muitos elementos que podem interferir nas práticas dos agentes, consumidores dos mass media nas sociedades contemporâneas. Os pontos aqui colocados advêm de pesquisa sobre os sentidos produzidos nas telenovelas brasileiras dos anos 90, exibidas após o Jornal Nacional, pela TV Globo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Carmem Jacob de Souza, Universidade Federal da Bahia
Professora adjunta da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia

Referências

BOURDIEU, Pierre. As regras da arte. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

BOURDIEU, Pierre. Razões Práticas. Campinas: Papirus, 1996.

CANCLINI, Nestor. Culturas Híbridas. México:Grijaldo, 1989.

ROMANO, Maria Carmem. Campo da telenovela e representação do popular. Tese de Doutorado. PUC/SP, 1999.

SHUSTERMAN, Richard. Vivendo a arte. São Paulo: 34, 1998.

Publicado
2008-04-11
Como Citar
Jacob de Souza, M. C. (2008). A construção social de sentidos e o fenômeno da recepção: em questão o papel dos realizadores. Revista FAMECOS, 9(19), 88-97. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2002.19.3189
Seção
Mídia