Caminhos para a construção de uma política de comunicação para a qualidade: o papel das Relações Públicas

  • Cleusa Maria Andrade Scrofernekerz Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Comunicação, universidade, qualidade

Resumo

O presente artigo apresenta uma breve discussão sobre a implantação do programa de qualidade total, bem como uma reflexão sobre as possibilidades de construção de uma política ou políticas de comunicação de qualidade e para a qualidade na universidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cleusa Maria Andrade Scrofernekerz, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Professora da Faculdade de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Referências

BUARQUE, Cristovan. A aventura da universidade. São Paulo: Editora da Universidade Estadual Paulista. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1994.

CHANLAT, Alain e BÉDARD, Renée. “Palavras: a ferramenta do executivo”. In: O indivíduo na organização: dimensões esquecidas. São Paulo: Atlas, 1993.

CHAUÍ, Marilena. “A universidade em ruínas”. In: A universidade em ruínas na república dos professores. Petrópolis/RJ: Vozes, Porto Alegre/RS: CIPEDES, 1999.

_____.”Universidade, ética e cidadania”. 56ª Reunião Plenária do Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras – CRUB, Manaus (AM), 29 a 31 de março de 1993.

DRUCKER, Peter. Administrando em tempos de grandes mudanças.São Paulo: Editora Pioneira, 1995. FREITAS, Sidinéia Gomes. “Cultura organizacional e comunicação”. In: Obtendo resultados com relações públicas. São Paulo: Pioneira, 1997.

GRUNIG, James E. e HUNT, Todd. Managing Public Relations. Orlando: Harcourt Brace Jovanovich College Publications, 1994.

KUNSCH, Margarida M.K. Planejamento de relações públicas na comunicação integrada. São Paulo: Summus, 1989.

______. Universidade e comunicação na edificação da sociedade. São Paulo: Edições Loyola, 1992.

______. “Comunicação integrada nas organizações modernas: avanços e perspectivas no Brasil”. In: Comunicação para o mercado, instituições, mercado, publicidade. São Paulo: EDICON, 1995.

______. Obtendo resultados com relações públicas. São Paulo: Pioneira, 1997.

______. Relações públicas e modernidade: novos paradigmas na Comunicação Organizacional. São Paulo: Summus, 1997.

LOUREIRO, Amilcar Bruno Soares, CAMPOS, Silvia Horst. Guia para elaboração e apresentação de trabalhos científicos. Porto Alegre: EDIPUCRS, 1999.

MADRID, Federico Varona. “Las auditorias de la comunicacion organizacional desde uma perspectiva estadounidense”. Ensayo, 1993.

MORGAN, Gareth. Imagens da organização. São Paulo: Atlas, 1996.

MOURA, Claudia Peixoto de, SCROFERNEKER, Cleusa Maria Andrade. “Relações públicas x função política e administração de conflitos/controvérsias nas organizações”. In: Comunicação, marketing, cultura: sentidos da administração, do trabalho e do consumo. São Paulo: ECA/USP: CLC, 1999.

RESTREPPO, J. Mariluz. “Comunicación para la dinámica organizacional”. Colombia: Signo y Pensamiento, n.26 (XIV) Universidad Javeriana: Facultad de Comunicación y Lenguage, 1995.

SIMÕES, Roberto Porto. Relações públicas: função política. 3.ed. São Paulo: Summus, 1995

Publicado
2008-04-10
Como Citar
Scrofernekerz, C. M. A. (2008). Caminhos para a construção de uma política de comunicação para a qualidade: o papel das Relações Públicas. Revista FAMECOS, 8(15), 122-130. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2001.15.3129
Seção
Teorias