Parques temáticos

  • Mary Ashton Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Comunicação, Turismo, Parques temáticos

Resumo

O mundo contemporâneo globalizou-se, destruiu fronteiras, tornou o impossível de ontem no possível de hoje. Aproximou distâncias, desenvolveu tecnologia, informação e um novo conceito de divertimento e lazer em família, em grupos ou até mesmo individual. Entre as novas propostas  estão os parques temáticos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mary Ashton, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Mestranda da Faculdade de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Referências

ALMEIDA, Elvira de. Arte Lúdica, São Paulo: Edusp: FAPESP, 1997.

BAPTISTA, Mário. Turismo – Competitividade sustentável. São Paulo: Verbo, 1997.

BAUDRILLARD, Jean. A Sociedade de Consumo. Lisboa: Editora 70, 1981.

______. Tela Total. Mito – ironias da era do virtual e da

imagem. Sulina, Porto Alegre,1997.

______. Simulacros e Simulações. Lisboa: Relógio D’Agua, 1991.

BELL, Daniel. O Advento da Sociedade Pós-industrial. São Paulo: Cultrix, 1973.

CERTEAU, Michel de. A Invenção do Cotidiano – Artes de Fazer. Petrópolis: Vozes, 1996.

CERVER, Francisco Asensio. Theme and Amusement Parks. Nova York: Hearst Books International, 1997.

ELIOT, Marc. Walt Disney: O Príncipe Sombrio de Hollywood. São Paulo: Marco

Zero, 1995.

______. Viagem na Irrealidade Cotidiana. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

FEATHERSTONE, Mike. Cultura de Consumo e Pós-Modernismo. São Paulo: Nobel, 1995.

______. O Desmanche da Cultura: Globalização, Pós-Modernismo

e Identidade. São Paulo: Nobel, 1997.

GASTAL, Susana. Turismo: 9 propostas para um saber fazer. Porto Alegre: Edição dos Autores, 1998.

GOODMAN, Danny. Vivendo a Velocidade da Luz. São Paulo: Makron Books, 1996.

HALL, Peter. Modelos de Análisis Territorial. Barcelona: Oikos-Tau, 1975.

______. Cidades do Amanhã. São Paulo: Perspectiva, 1995.

HARVEY, David. A condição pós-moderna. Rio de Janeiro: Loyola, 1989.

HOLDEN, Robert. Diseño Del Espacio Público Internacional. Barcelona: Gustavo Gili S. A., 1996.

JAMESON, Fredric. Sementes do Tempo. São Paulo: Ática, 1997.

LÉVY, Pierre. O que é virtual? São Paulo: Editora 34, 1997.

LYOTARD, Jean. O Pós-Moderno. Rio Janeiro: José Olympio, 1986.

MOURA, Paulo. Construindo o Futuro: o impacto global do novo

paradigma. Rio de Janeiro: Mauad, 1995.

NAISBITT, sbitt, John e Abuerdene, Patrícia. Megatrends 2000, S. Paulo,

Amana, 1990.

OLIVEI, Roberto Cardoso. Pós-Modernidade, Campinas,

UNICAMP, 1995.

ORTIZ, Renato. Cultura e Modernidade. São Paulo: Brasiliense, 1991.

______. Mundialização e Cultura. São Paulo: Brasiliense, 1996.

PISCITELLI, Alejandro. Ciberculturas en la era de las máquinas inteligentes.

Argentina: Paidós, 1995.

RUSCHMANN, Dóris. Turismo e Planejamento Sustentável: A Proteção

do Meio Ambiente. Campinas: Papirus, 1997.

SANTOS, Jair. O que é Pós-Moderno. São Paulo: Brasiliense,

SANTOS, José. O que é Cultura. São Paulo: Brasiliense, 1995.

SCHNITMAN, Dora Frie. Nuevos Paradigmas, Cultura y Subjetividad. Barcelona: Paidós, 1995.

THOMAS, Bob. Walt Disney: O Mago da Tela. São Paulo: Melhoramentos, 1969.

TRIGO, Luiz. Turismo e Qualidade: Tendências Contemporâneas.

Campinas: Papirus, 1996.

_______. A sociedade pós industrial e o profissional em turismo.

Campinas: Papirus,1998.

URRY, John. O Olhar do Turista. São Paulo: Nobel-SESC, 1996.

ZILLES, Urbano. Teoria do Conhecimento, Porto Alegre: EDIPUCRS,

CADERNO DE ECONOMIA E CADERNO VIAGEM. Zero Hora, Porto Alegre, 13 set. 1997.

______. Zero Hora, Porto Alegre, 2 out. 1998.

GAZETA MERCANTIL. São Paulo, 29 jul. 1998.

CADERNO DE TURISMO. Correio do Povo, Porto Alegre, 14 jun. 1998.

REVISTA ÍCARO. Porto Alegre, abr. 1998.

CADERNO DE ECONOMIA. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 17 ago. 1997.

JORNAL DO BRASIL. Rio de Janeiro, p. 25, 17 agost. 1997.

_______. Rio de Janeiro, p. 12, 14 set, 1997.

REVISTA DE DOMINGO. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 30 mar. 1997.

REVISTA QUADRO RODAS. Porto Alegre, n. 260, mar. 1982.

REVISTA ZH. Zero Hora, Porto Alegre, n. 150, 9 jan. 1983.

______. Zero Hora, Porto Alegre, p. 9-11, 9 jan. 1983.

CADERNO VIAGEM. O Estado de São Paulo, São Paulo, 19 jan. 1986.

______. O Estado de São Paulo, São Paulo, 31 mai. 1994.

PIONEIRO, Caxias do Sul, 07 dez. 1983.

______. Caxias do Sul, 22 dez. 1983.

TURISMO. Jornal de Novo Hamburgo, Novo Hamburgo, 18 nov. 1983.

TURISMO. Jornal de São Paulo, São Paulo, 27 jan. 1984.

TURISMO. Revista Veja, São Paulo, p. 94, 22 abr. 1998.

TURISMO. O Globo, Rio de Janeiro, 14 jun. 1984.

TURISMO. Folha de São Paulo, São Paulo, p. 10, 5 set. 1986.

TURISMO. Jornal de Gramado, Gramado, 21 fev. 1997.

______. Jornal de Gramado, Gramado, 7 mar. 1997.

______. Jornal de Gramado, Gramado, 12 jun. 1998.

______. Jornal de Gramado, Gramado, 31 jul. 1998.

______. Jornal de Gramado, Gramado, 7 ago. 1998.

______. Jornal de Gramado, Gramado, 14 ago. 1998.

Publicado
2008-04-10
Como Citar
Ashton, M. (2008). Parques temáticos. Revista FAMECOS, 6(11), 64-74. https://doi.org/10.15448/1980-3729.1999.11.3052
Seção
Turismo