A Publicidade e Um Novo Controle Social

  • Marino Boeira Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Comunicação, publicidade, consumidores

Resumo

Embora o Brasil seja classificado muitas vezes como um país de terceiro e até quarto mundo, é fora de dúvida que dentro dele existem bolsões de consumo típicos do primeiro mundo. Mesmo que estes bolsões correspondam a 20% ou 30% do total da população brasileira, eles significam 30 ou 40 milhões de consumidores que vivem na região sul e sudeste, e também nas capitais e grandes cidades de praticamente todos os estados brasileiros. Essas pessoas são diariamente bombardeadas por uma barragem publicitária que nada fica a dever, em qualidade e quantidade, a que sofrem os consumidores da Europa, Estados Unidos ou Japão. A questão a ser discutida é como toda essa massa de anúncios, vídeo-tapes, filmes, jingles, spots e malas-diretas é recebida pela sociedade e até que ponto ela é passível de uma receptividade crítica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marino Boeira, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul

Professora da Faculdade de Comunicação Social da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Referências

.

Publicado
2008-02-28
Como Citar
Boeira, M. (2008). A Publicidade e Um Novo Controle Social. Revista FAMECOS, 1(1), 55-59. https://doi.org/10.15448/1980-3729.1994.1.2661
Seção
Novidades e Comentários