Do plano institucional à práxis: a participação social nas TVs públicas

Palavras-chave: Televisão Pública, Participação Social, TV Brasil

Resumo

O artigo problematiza a participação social no âmbito das emissoras públicas de televisão e compara  os modelos de gestão das TVs públicas da Argentina, Brasil e  Chile. Evidenciam-se  nessas emissoras a existência de mecanismos que possibilitam compartilhar as decisões,  no entanto  os  espaços  são restritos  e delimitam o perfil daqueles que estão aptos a  integrá-los. Ao olhar sobre a Empresa Brasil de Comunicação (EBC)/TV Brasil percebe-se um descompasso entre a política da emissora em relação as suas afiliadas. A implantação de mecanismo de participação não é requisito obrigatório para integrar a rede nacional de televisão pública.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ivonete da Silva Lopes, Universidade Federal de Viçosa (UFV)
Doutora em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense.
Docente do Departamento de Economia Rural da Universidade Federal de Viçosa (UFV).

Referências

BECERRA, Martín et al. El renacimiento de la televisión pública en América Latina. Buenos Aires: Tecnos, 2013.

BLUMLER, Jay; HOFFMAN-RIEM, Wolfgang. Hacia uma nueva responsabilidade pública em la televisión. In: BLUMLER, Jay (ed). Televisión y interes publico. Bosch, 1993. p. 277-290.

CHAUI, Marilena. Cultura e democracia. 5. ed. São Paulo: Cortez, 1990.

FUENZALIDA, Valério. La reforma da TVN em Chile: logros y problemas. In: UNESCO. Radiotelevisión de servicio público: un manual de mejores prácticas/ C.R.: Oficina de la UNESCO para América Central, 2006. p. 118-145.

GIDDENS, Anthony. A Constituição da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 1989.

LIMA, Venício. Controle social da mídia. Por que não discutir o assunto? Disponível em: http://www.observatoriodaimprensa.com.br/news/imprimir/15955. Acesso em: 02 mar.2011.

MASTRINI, Guillermo.¿Televisión estatal o gubernamental? n .12, Junio 2000. Le Monde Diplomatique.

OTONDO, Tereza. Televisão pública. Para quem e para quê? São Paulo: Anablume, 2012.

OSÓRIO, Pedro. Entrevista concedida a Ivonete da Silva Lopes, Porto Alegre, nov. 2011 e dez. 2013.

PASQUALI, Antonio. Reinventar los servicios públicos. Nueva Sociedad, n. 140, p. 70-89, 1995.

RAMOS, Murilo César. EBC: os avanços e os desafios depois de meia década. [entrevista concedida a Ivonete da Silva Lopes]. Revista Eptic online, v. 15, n.2, p.6-11, mai-ago 2013.

Publicado
2015-07-14
Como Citar
Lopes, I. da S. (2015). Do plano institucional à práxis: a participação social nas TVs públicas. Revista FAMECOS, 22(3), 182-197. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2015.3.20588
Seção
Televisão