Rebeliões urbanas em Londres através das músicas do The Clash

Palavras-chave: Brixton, Revolta, Neoliberalismo

Resumo

O final dos anos 1970 e o início dos anos 1980 marcaram a Inglaterra com as medidas neoliberais instituídas por Margaret Thatcher. Nesse contexto, as desigualdades sociais e a pobreza avançaram, principalmente nos bairros periféricos das grandes metrópoles. Em Londres a realidade não foi diferente; bairros formados por maioria de imigrantes sofriam com o desemprego e com a violência policial, além do aumento constante da população carcerária. O caos urbano teve como resultado o surgimento de revoltas populares, as quais buscarei retratar por meio de duas músicas da banda de punk rock chamada The Clash. Utilizarei as músicas Guns of Brixton e London Calling para refletir a respeito do momento histórico pelo qual passava Londres. As músicas são do ano de 1979, e a revolta popular de Brixton ocorreu no ano de 1981, porém, desde quando foi escrita a música, as tensões no bairro existiam, vindo a surgir uma grande revolta entre os dias 10 e 12 de abril de 1981. Procurarei entender como o clima urbano permitiu que as músicas retratassem de forma tão real os eventos que vieram a acontecer dois anos depois. Para isso, utilizarei como referencial teórico autores que problematizam a pós-modernidade e fazem crítica ao neoliberalismo, sobretudo em virtude das ações do governo Thatcher.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Mendes Coelho, Universidade Federal do Paraná (UFPR), Curitiba, PR, Brasil.

Mestre em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR); doutorando em História pela UFPR, em Curitiba, PR, Brasil.

Referências

ANTUNES, Ricardo. Neoliberalismo, trabalho e sindicatos: reestruturação produtiva no Brasil e na Inglaterra. São Paulo: Boitempo, 1997.

ALENCAR, Thiago Romão. Devolver os sindicatos aos seus “membros”: direito, capital e trabalho na Inglaterra de Margaret Thatcher. Revista Direitos, Trabalho e Política Social. Cuiabá, v. 3, n. 4, 2017. Disponível em: http://revista91.hospedagemdesites.ws/index.php/rdtps/article/view/68

BARROS, José D’Assunção. História e Música: considerações sobre suas possibilidades de interação. Revista História & Perspectiva, v. 31, n. 58, Uberlândia, 2018. https://doi.org/10.14393/HeP-v31n58-2018-2

BBC. Black history month: The 1981 Brixton riots. Newsround, 2021. Disponível em: https://www.bbc.co.uk/newsround/50035769

CARRIJO, Daniel Dória Possollo. A Chicago do Blues em Cadillac Records (2008): pensando o lugar sonoro-histórico. 2020. 172 f. Tese (Doutorado em História) – Departamento de História, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2020.

HENNESSY, Mark. Brixton not so far from the rage of 1981 despite elapse of 30 years. Irish Times, 2011. Disponível em: https://www.irishtimes.com/news/brixton-not-so-far-from-the-rage-of-1981-despite-elapse-of-30-years-1.565374

HOBSBAWN, Eric. Tempos fraturados. Trad. Berilo Vargas. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

JUDT, Tony. Pós Guerra: uma história da Europa desde 1945. Trad. José Roberto O´Shea. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2007.

LOPES, Edmar Aparecido de Barra e. Welfare State: teoria e história. Curitiba: CRV, 2018.

LOWNDES, Joe. Revisiting the Brixton strulggle: an interview with Leila Hassan and Farruk Dahondy Africas a Country, 2020. Disponível em: https://africasacountry.com/2020/07/revisiting-the-brixton-struggle

MCKLE, Anna. Brixton man who drove stolen car into parked vehicle is jailed. Brixton Blog, 2015. Disponível em: https://brixtonblog.com/2015/08/brixton-man-who-drove-stolen-car-into-parked-vehicle-is-jailed/31983/?cn-reloaded=1

MICK, Jones; SIMONON, Paul August; STRUMMER, Joe. London Calling. London: Universal Music, 1979. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=XN7iEFVLf5c

MORAES, Reginaldo C. O legado de Margaret Thatcher. Revista Conjuntura Internacional, Belo Horizonte, v. 10, n. 2, 2013. Disponível em: http://periodicos.pucminas.br/index.php/conjuntura/article/view/5699

NAPOLITANO, Marcos. História & Música: história cultural da música popular. Belo Horizonte: Autêntica, 2002.

SIMONON, Paul August. Guns of Brixton. London: Universal Music, 1979. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=JcW8VNwYvL0

WACQUANT, Loic. As prisões da miséria. Tradução de André Telles. Rio de Janeiro: Editora Zahar, 1999.

WAINEWRIGHT, Will. Brixton burning… the riots remembered. The Times, 2011. Disponível em: https://www.thetimes.co.uk/article/brixton-burning-the-riots-remembered-rx5zwfwxk7g

Publicado
2021-08-12
Como Citar
Coelho, F. M. (2021). Rebeliões urbanas em Londres através das músicas do The Clash. Oficina Do Historiador, 14(1), e38952. https://doi.org/10.15448/2178-3748.2021.1.38952