Na estrada: um passeio com a presença do automóvel na literatura portuguesa contemporânea

  • Paulo Ricardo Kralik Angelini
Palavras-chave: Literatura Portuguesa Contemporânea, Narrador, Automóvel, Deslocamento, Onisciência

Resumo

O famoso caráter desbravador do português traz em seu rastro uma trajetória de deslocamento, tratado não raras vezes pelos autores lusitanos. Este texto articula-se a partir de casos exemplares, dentro da contemporânea literatura portuguesa, de narradores que, com certa frequência, sublinham uma onisciência justificada, igualmente, pelo movimento proporcionado pelas viagens. Partindo de Almeida Garrett, o artigo visita o papel do automóvel enquanto personagem nas obras de José Cardoso Pires, José Saramago, Mário de Carvalho, Filomena Marona Beja e Miguel Sousa Tavares.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Angelini, P. R. K. (2010). Na estrada: um passeio com a presença do automóvel na literatura portuguesa contemporânea. Navegações, 3(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/navegacoes/article/view/7189
Seção
Ensaios