Identidade nacional e relações de poder nas memórias de Karl Kleine

  • Márcia Fagundes Barbosa ufsc
Palavras-chave: Memória, Imigrantes Alemães, Nação

Resumo

Este artigo analisa parte das memórias de Karl Kleine que emigrou para Blumenau com sua família em 1856 quando tinha oito anos. Avalia-se através dos movimentos sobrepostos e subjetivos da memória as representações identitárias marcadas pela experiência coletiva e traduzidas em discurso simbólico. Nesse sentido, procura-se significar as imagens produzidas pela memória através das relações de poder, as quais abarcam questões como nação, identidade nacional, gênero e raça.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Fagundes Barbosa, ufsc
Mestrado em Literatura Brasileira, Doutorado em Teoria Literária
Publicado
2010-12-21
Como Citar
Barbosa, M. F. (2010). Identidade nacional e relações de poder nas memórias de Karl Kleine. Letrônica, 3(1), 331-344. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/letronica/article/view/7092