Desambiguação lexical bilíngue: a natureza dos efeitos de coativação lexical entre as línguas

  • Ana Beatriz Areas da Luz Fontes The University of Texas at El Paso
  • Li-Hao Yeh The University of Texas at El Paso
  • Ana I. Schwartz The University of Texas at El Paso
Palavras-chave: Bilinguismo, Disambiguação lexical, Ativação cross-linguística

Resumo

Este estudo examinou o efeito da ativação lexical cross-linguística no processo de desambiguação lexical em contexto de sentença. Na condição em que o significado dominante do homônimo era comum entre as línguas, bilíngues de espanhol e inglês leram frases em inglês que continham informação semântica relacionada ao significado subordinado de homônimos que eram cognatos ou não cognatos com o espanhol. A habilidade dos participantes de rejeitar palavras alvo relacionadas ao significado dominante do homônimo demonstrou maior inibição quando o homônimo era cognato e tinha o significado dominante em comum com o espanhol. Na condição em que o significado subordinado era comum entre as línguas, os bilíngues de espanhol e inglês leram frases que continham informação semântica relacionada ao significado dominante do homônimo e foram instruídos a aceitar palavras alvo relacionadas a qualquer significado do homônimo. Neste caso, o status cognato do homônimo facilitou a aceitação de palavras alvo relacionadas ao significado subordinado, quando este era comum com o espanhol. Os resultados são discutidos em termos de extensão de modelos atuais de processamento de ambiguidade para que se leve em consideração o processamento bilíngue.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-10-08
Como Citar
Areas da Luz Fontes, A. B., Yeh, L.-H., & Schwartz, A. I. (2010). Desambiguação lexical bilíngue: a natureza dos efeitos de coativação lexical entre as línguas. Letrônica, 3(1), 107-127. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/letronica/article/view/7074
Seção
Linguística Tópico 2: Bilinguismo; Aquisição de segunda língua