O caráter dialogal da língua por uma perspectiva instrucional da significação

  • Mara Rubia Rodrigues Freitas Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Língua, Dialogal, Discurso, Teoria da Argumentação na Língua.

Resumo

Segundo Ducrot (1987), a significação da frase (na língua) permite construir instruções que o interlocutor deve seguir para atribuir sentido aos enunciados (no discurso). Considerando que o sentido é uma representação da enunciação, e que a encenação enunciativa prevê um eu que se dirige a um tu, é evidente o caráter dialogal do discurso. Embora a língua, na qualidade de sistema de formas abstratas, não seja generosa em evidenciar esse caráter, acreditamos que ela traga, inscrito no sistema, o substrato do diálogo, devido à natureza instrucional da significação. Nossa proposta é investigar como se configuram as instruções que permitem ao interlocutor recuperar sentidos construídos pelo locutor, tomando como marco a Teoria da Argumentação na Língua (ANL), abordagem que parte do discurso para explicar a língua. Nossa metodologia prevê a análise de uma peça publicitária à luz de conceitos da ANL, objetivando evidenciar a potencialidade dialogal da língua.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

DUCROT, Oswald. Análise de textos e linguística da enunciação. In: DUCROT, Oswald et al. As palavras do discurso. Paris: Minuit, 1980.

______. Esboço de uma teoria polifônica da enunciação. In: DUCROT, Oswald. O dizer e o dito. Campinas: Pontes, 1987, p. 161-218.

______. Primera conferencia. In DUCROT, Oswald. Polifonía y argumentación. Cali: Universidad del Valle, 1990, p. 49-64.

______. Sentido y argumentación. Trad. María Marta Negroni. In: ARNOUX, Elvira; NEGRONI, María Marta García. Homenaje a Oswald Ducrot. Buenos Aires: Eudeba, 2004, p. 359-370.

______. Introducción – Conferencia 1. Trad. María Marta Negroni e Alfredo Lescano. In: CAREL, Marion; DUCROT, Oswald. La semántica argumentativa: una introducción a la teoría de los bloques semánticos. Buenos Aires: Colihue, 2005ª, p. 11-25.

______. Los bloques semánticos y el cuadrado argumentativo Conferencia 2. Trad. María Marta Negroni e Alfredo Lescano. In: CAREL, Marion; DUCROT, Oswald. La semántica argumentativa: una introducción a la teoría de los bloques semánticos. Buenos Aires: Colihue, 2005b, p. 29-50.

______. Argumentación interna y argumentación externa – Conferencia 3. Trad. María Marta Negroni e Alfredo Lescano. In: CAREL, Marion; DUCROT, Oswald. La semántica argumentativa: una introducción a la teoría de los bloques semánticos. Buenos Aires: Colihue, 2005c. p. 53-89.

SAUSSURE, Ferdinand de. Curso de Linguística Geral. São Paulo: Cultrix, 2006.

______. Sobre a essência dupla da linguagem. Trad. Carlos Augusto Salum e Ana Lucia Franco. In: Escritos de Linguística Geral. São Paulo: Cultrix, 2012. p. 19-80.

Publicado
2016-12-09
Como Citar
Freitas, M. R. R. (2016). O caráter dialogal da língua por uma perspectiva instrucional da significação. Letrônica, s167-s175. https://doi.org/10.15448/1984-4301.2016.s.22335
Seção
Artigos