O romance histórico no Brasil: um breve panorama da produção ficcional

  • Cleia da Rocha Sumiya Universidade Federal do Paraná
Palavras-chave: Romance histórico, Percurso teórico, Literatura contemporânea.

Resumo

Este trabalho propõe fazer um breve panorama do romance histórico brasileiro na contemporaneidade. Partindo dos conceitos teóricos de Lukács, somado aos apontamentos de outros teóricos contemporâneos, busca-se verificar a configuração dessa forma literária a partir da década de 90, auge dessa produção entre nós, até a produção atual (2015). Pretendemos demonstrar que embora a forma tenha sofrido uma série de mudanças, ainda continua sendo uma tendência forte nos dias atuais.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cleia da Rocha Sumiya, Universidade Federal do Paraná

Doutoranda em estudos literários da Universidade Federal do Paraná(UFPR) na linha  Literatura, História e Crítica.  É integrante do grupo de pesquisas O romance histórico: Estudo sobre ficção histórica no Brasil, da UFPR.

 

Referências

ANDERSON, Perry. Trajetos de uma forma literária. Novos Estudos CEBRAP, São Paulo, n. 77, p. 205-220, mar. 2007.

ASSIS BRASIL, Luiz Antonio de. Videiras de Cristal. Porto Alegre: L&PM, 2010.

BAUMGARTEN, Carlos Alexandre. O novo romance histórico brasileiro. In: Via Atlântica, n. 4, out. 2000. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/viaatlantica/article/view/

Acesso em: 10 ago. 2015.

COSTA LIMA, Luiz. História. Ficção. Literatura. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

ESTEVES, Antonio R. O novo romance histórico brasileiro. In: ANTUNES, L. Z. (Org.). Estudos de literatura e linguística. Assis, SP: Arte & Ciência, 1998. p. 123-158.

______. Considerações sobre o romance histórico (no Brasil, no limiar do século XXI). In: Revista de Literatura, História e Memória, Cascavel, 2008, v. 4, n. 4, p. 54-66.

______. O romance histórico brasileiro contemporâneo (1975 - 2000). São Paulo: UNESP, 2010.

HUTCHEON, Linda. A poética do pós-modernismo. História, teoria, ficção. Rio e Janeiro: Imago, 1991.

JAMESON, Frédéric. O romance histórico ainda é possível? In: Novos Estudos, CEBRAP, São Paulo, n. 77, p. 185-203, mar. 2007.

LE GOFF, Jacques. Memória e História. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 1990.

LUKÁCS, György. O romance histórico. São Paulo: Boitempo, 2011.

MENTON, Seymour. La Nueva Novela Histórica de la América Latina: 1979-1992. México: Fondo de Cultura Económica, 1993.

MIGNOLO, Walter. Lógica das diferenças e politica das semelhanças: da literatura que parece história, antropologia e vice-versa. In: CHIAPPIN, Lígia; AGUIAR, Flávio Wolf de (Org.). Literatura e História na América Latina. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1993. p. 115-161.

MIRANDA, Ana. Desmundo. São Paulo. Companhia das Letras, 1998.

RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Campinas, SP: Editora da UNICAMP, 2012.

TREVISAN, J. S. Entrevista. In: CASTELLO, J. Trevisan tira a identidade do exílio. O Estado de São Paulo. Caderno 2. p. D10, 25 jun. 1995.

WEINHARDT, Marilene. A memória ficcionalizada em heranças e leite derramado: rastros, apagamentos e negociações. Revista Matraga, Rio de Janeiro, v. 19, n. 31, jul.-dez. 2012.

______. Outros palimpsestos: ficção e história – 2001-2010. In: OURIQUE, João Luiz Pereira; CUNHA, João Manuel dos Santos; NEUMANN, Gerson Roberto. Literatura: crítica comparada. Pelotas: Ed. Universitária PREC/UFPEL, 2011a. p. 31-55.

______. Romance histórico: das origens escocesas ao Brasil finissecular. In: ______ (Org.). Ficção histórica: teoria e crítica. Ponta Grossa: Editora UEPG, 2011b. p. 12-55.

______. O romance histórico na ficção brasileira recente. In: CORREA, Regina Helena M. A. (Org.). Nem fruta nem flor. Londrina: Humanidades, 2006. p. 131-172.

______. Ficção histórica contemporânea no Brasil: uma proposta de sistematização. In: Anais do VI Seminário Internacional de História da Literatura. Porto Alegre, PUCRS,

b. v. 1, p. 1-6.

______. WEINHARDT, Marilene. Considerações sobre o romance histórico. Revista Letras, Editora da UFPR, Curitiba, n. 43, p. 49-59, 1994.

WHITE, Hayden. Meta-história: a imaginação histórica do século XIX. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 1992. Lista de romances citados ao longo do artigo ALENCAR, José de. As minas de prata (1866). São Paulo: Melhoramentos, [19??]. 3 v.

______. A guerra dos mascates (1874). Rio de Janeiro: José Olympio, 1955.

BERNARDO, Gustavo. A filha do escritor. Rio de Janeiro: Agir, 2008.

BRACHER, Beatriz. Antonio. São Paulo: Editora 34, 2007.

______. Não falei. São Paulo: Editora 34, 2007.

BUARQUE, Chico. Leite derramado. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

______. O irmão Alemão. São Paulo: Companhia das Letras, 2014.

Castro Rui. Era no tempo do Rei. Rio de janeiro: Objetiva, 2007.

DANTAS, Francisco. Sob o peso das sombras. São Paulo: Planeta do Brasil, 2004.

FONSECA, Rubem. Agosto. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

FONSECA, Homero. Roliúde. Rio de Janeiro: Record, 2007.

GOMES, Álvaro Cardoso. Rios inumeráveis. Rio de Janeiro: Topbooks, 1997.

HATOUM, Milton. Cinzas do norte. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

_______. Órfãos do Eldorado. São Paulo: Companhia das Letras, 2008.

KUCINSKI, Bernardo. K: relato de uma busca. São Paulo: Expressão Popular, 2011.

LEVY, Tatiana Salem. A chave da casa. Rio de Janeiro: Record, 2007.

LISBOA, Adriana. Azul-corvo. Rio de Janeiro: Rocco, 2010.

LUCCHESI, Marco. O dom do crime. Rio de Janeiro: Record, 2010.

______. O bibliotecário do imperador. Rio de Janeiro: Biblioteca Azul, 2013.

NETO, Miguel Sanches. Máquina de madeira. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

REIS, Alberto A. Em breve tudo será mistério e cinzas. São Paulo: Companhia das Letras, 2013.

RIBEIRO, João Ubaldo. Viva o povo Brasileiro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1984.

RUAS, Tabajara. Os varões assinalados. Porto Alegre: LP&M Editores, 1985.

SCLIAR, Moacyr. A estranha nação de Rafael Mendes. Porto Alegre: LP&M Editores, 1983.

______. Sonhos tropicais. São Paulo: Companhia das Letras, 1993.

SANTIAGO, Silviano. Em liberdade: uma ficção de Silviano Santiago. Rio de Janeiro: Rocco, 1981.

______. Heranças. Rio de Janeiro: Rocco, 2008.

SILVA, Deonísio da. A cidade dos padres. Rio de Janeiro: Guanabara, 1986.

SILVEIRA, Maria José. O fantasma de Buñuel. São Paulo: Francis, 2004.

SOUZA, Márcio. Galvez imperador do Acre. 13. ed. Rio de Janeiro: Marco Zero, 1985.

TORERO José Roberto de. Galantes memórias e admiráveis aventuras do virtuoso conselheiro Gomes. Rio de Janeiro: Objetiva, 1994.

TORERO, José Roberto; PIMENTA, Marcus Aurelius. Terra Papagalli. Rio de Janeiro: Objetiva, 2000.

TREVISAN, João Silvério. Ana em Veneza. Best Seller: São Paulo, 1994.

MIRAND, Ana. Boca do inferno. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

______. O retrato do rei. São Paulo: Companhia das Letras, 1990.

______. A última quimera. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.

______. Clarice. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

______. Desmundo. São Paulo: Companhia das Letras, 1996.

______. Amrik. São Paulo: Companhia das Letras, 1999.

______. Dias & Dias. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

______. Yuxin: alma. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

ASSIS BRASIL, Luiz Antônio de. Um quarto de légua em quadro. Editora Movimento Instituto Estadual do Livro. Porto Alegre, 1976.

______. A prole do corvo. Porto Alegre: Editora Movimento Instituto Estadual do Livro, 1978.

______. Bacia das almas. Porto Alegre: Mercado aberto, 1981.

______. Cães da Província. Porto Alegre: Mercado aberto, 1987.

______. Videiras de cristal. Porto Alegre: Merca do aberto, 1991.

______. Perversas famílias. Porto Alegre: Mercado aberto, 1992. (Um castelo no pampa, 1)..

______. Pedra da memória. Porto Alegre: Mercado aberto, 1993. (Um castelo no pampa, 2).

______. Os senhores do século. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1994. (Um castelo no pampa, 3).

______. Breviário das Terras do Brasil. Porto Alegre: L&PM Editores, 1997.

______. O pintor de retratos. Porto Alegre: L&PM Editores, 2001.

______. A margem imóvel do rio. Porto alegre: L&PM Editores, 2003.

______. Música perdida. Porto Alegre: L&PM Editores, 2006.

______. Figura na sombra. Porto Alegre: L&PM Editores, 2012.

TOLSTOI, Liev. Guerra e Paz (1869). Trad. Rubens Figueiredo. São Paulo: Cosac Naify, 2011.

MANZONI, Alessandro. Os noivos. Trad. Luís Leal Ferreira. Petrópolis: Vozes, 1951.

Publicado
2016-05-06
Como Citar
Sumiya, C. da R. (2016). O romance histórico no Brasil: um breve panorama da produção ficcional. Letrônica, 9(1), 150-164. https://doi.org/10.15448/1984-4301.2016.1.22049