Figuras femininas e fronteiras sociais na poética de Manoel de Barros

  • Rauer Ribeiro Rodrigues UFMS
Palavras-chave: História, Literatura Brasileira, Poesia

Resumo

Refletimos acerca das fronteiras nas relações sociais, verificando de que modo o discurso poético internaliza convenções morais e fixa identidades ao propor a alteridade como um “outro” radicalmente diferente. Estudamos a representação da mulher na poesia de Manoel de Barros, nas figuras da avó, da mãe, das mulheres do povo e das prostitutas. Verificamos o modo como as mulheres são figurativizadas e a função que desempenham no universo poético barreano.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rauer Ribeiro Rodrigues, UFMS
Professor de literatura brasileira na UFMS, atualmente em estágio pós-doutoral na UERJ; doutor em estudos literários pela UNESP de Araraquara; atua no Mestrado em Letras da UFMS / Câmpus de Três Lagoas.
Publicado
2011-12-31
Como Citar
Rodrigues, R. R. (2011). Figuras femininas e fronteiras sociais na poética de Manoel de Barros. Estudos Ibero-Americanos, 37(2). https://doi.org/10.15448/1980-864X.2011.2.9773
Seção
Artigos