Escravidão e liberdade nas fronteias do Rio Grande do Sul (1860-1880): o caso da Lei de 1831

  • Maria Angélica Zubaran
Palavras-chave: Fronteiras, Lei de 1831, Liberdade

Resumo


Trata-se de analisar as apropriações da Lei de 7 de novembro de 1831 por curadores públicos nos processos de liberdade no Rio Grande do Sul, na segunda metade do século XIX, particularmente na defesa da liberdade de escravos que residiram temporariamente com seus senhores nos países do Prata e que, posteriormente, retornaram ao Império.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2006-12-19
Como Citar
Zubaran, M. A. (2006). Escravidão e liberdade nas fronteias do Rio Grande do Sul (1860-1880): o caso da Lei de 1831. Estudos Ibero-Americanos, 32(2). https://doi.org/10.15448/1980-864X.2006.2.1359
Seção
Artigos