Transformações na paisagem geográfica com a implantação de dutovias: analogia com carbodutos para seqüestro geológico de CO2

  • Gabriela Camboim Rockett

Resumo

A ciência geográfica permite análises do espaço geográfico através de diferentes categorias, dentre os quais a paisagem geográfica foi escolhida para este trabalho. Sendo as dutovias o principal meio de transporte dos recursos energéticos fósseis, os quais são essenciais para o desenvolvimento da sociedade atual, a presente pesquisa teve por objetivo (1) avaliar as transformações da paisagem geográfica decorrentes da implantação de dutovias e (2) fazer uma analogia destas transformações no caso da construção de “carbodutos” para seqüestro geológico de carbono. A metodologia baseou-se em pesquisa bibliográfica e estudo de caso de da dutovia OSCAN (Gravataí/RS) antes e após a implantação da mesma. Fotografias aéreas, imagens de satélite, idas à campo e software ArcGIS foram utilizados para conduzir este trabalho. Constatou-se diversas transformações espaciais e paisagísticas na área de estudo, no que diz respeito à cobertura vegetal, área de uso agrícola, malha viária, área habitada e re-configurações fundiárias em função da implantação da dutovia e dos processos de desenvolvimento do próprio município ao longo do tempo. Por fim, verificou-se que a implantação de carbodutos também transformará a paisagem tanto em escala regional como nacional.
Publicado
2009-03-23
Como Citar
Rockett, G. C. (2009). Transformações na paisagem geográfica com a implantação de dutovias: analogia com carbodutos para seqüestro geológico de CO2. Revista Da Graduação, 2(1). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/graduacao/article/view/5037
Seção
Ciências Socias