Consciência fonológica e compreensão do princípio alfabético: subsídios para o ensino da

  • Ana Paula Rigatti-Scherer
Palavras-chave: consciência fonológica, explicitação do princípio alfabético, escrita.

Resumo

O presente artigo trata da importância da consciência fonológica e da explicitação do princípio alfabético no ensino da língua escrita. Participaram dessa pesquisa dez turmas de 1ª série da rede pública de Guaíba-RS, das quais cinco foram alfabetizadas por uma abordagem que incluía atividades de consciência fonológica e explicitação do princípio alfabético (grupo experimental) e outras cinco sem essa abordagem (grupo controle). As professoras do grupo experimental receberam treinamento no ano anterior à pesquisa. Foram selecionados cinco alunos de cada turma, tanto do grupo experimental, como do controle, totalizando 50 alunos. Foi colhida amostra de escrita dos alunos nos meses de março, julho e novembro para verificar a hipótese de escrita em que se encontravam. Os resultados obtidos mostraram que os sujeitos do Grupo Experimental obtiveram resultados superiores aos do Grupo Controle, revelando que no mês de julho a maioria do GE já estava na hipótese alfabética, enquanto que isso só ocorreu em novembro para o GC. Com esses resultados, conclui-se que atividades de consciência fonológica e explicitação do princípio alfabético durante a alfabetização facilitam o ensino e a aprendizagem da língua escrita.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Rigatti-Scherer, A. P. (2009). Consciência fonológica e compreensão do princípio alfabético: subsídios para o ensino da. Letras De Hoje, 43(3). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fale/article/view/5613
Seção
Artigos