Aquisição não-linear durante o processo terapêutico

  • Márcia Keske-Soares
  • Karina Carlesso Pagliarin
  • Maria Rita Leal Ghisleni
  • Regina Ritter Lamprecht
Palavras-chave: fala, criança, distúrbios da fala, fonoterapia.

Resumo

O objetivo deste trabalho foi verificar a aquisição não-linear de duas crianças com desvio fonológico durante o tratamento. Participaram da pesquisa dois sujeitos (S1 e S2), do sexo masculino, S1 com 5:1 de idade, apresentava desvio fonológico de grau severo, e o S2 com 4:11 de idade, desvio fonológico moderado-severo. Os sujeitos receberam tratamento pelo modelo ABAB-Retirada e Provas Múltiplas durante 36 sessões de terapia. Observou-se descontinuidade no processo de aquisição fonológica principalmente das líquidas. Conclui-se que a atenção do clínico deve estar voltada para a generalização dos fonemas trabalhados, mas também é importante o conhecimento de que o processo de aquisição fonológica é não-linear, sendo o processo de regressão comum durante o estabelecimento dos fonemas.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Como Citar
Keske-Soares, M., Pagliarin, K. C., Ghisleni, M. R. L., & Lamprecht, R. R. (2009). Aquisição não-linear durante o processo terapêutico. Letras De Hoje, 43(3). Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/fale/article/view/5605
Seção
Artigos