Cartografias da Paragem: Desmobilizações jovens contemporâneas e o redesenho das formas de vida

  • Edegardo de Freitas Instituto de Filosofia e Ciências Sociais - UFRJ
Palavras-chave: Juventude, Mobilizações, Participação

Resumo

A obra a que se refere a presente resenha, nominalmente, “Cartografias da Paragem – Desmobilizações jovens contemporâneas e o redesenho das formas de vida”, conforme apontam os autores, é fruto de pesquisas realizadas entre os anos de 2013 e 2016 no âmbito do CESAP (Centro de Estudos Sociais Aplicados), vinculado ao IUPERJ-UCAM, sob a coordenação da professora Maria Isabel Mendes de Almeida.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edegardo de Freitas, Instituto de Filosofia e Ciências Sociais - UFRJ
Graduando em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Auxiliar de pesquisas no Centro de Estudos Sociais Aplicados da Universidade Cândido Mendes.

Referências

ALMEIDA, Maria Isabel Mendes de (coordenadora). Cartografias da paragem: Desmobilizações jovens contemporâneas e o redesenho das formas de vida. Rio de Janeiro: Gramma, 2016. 156 p.

CASTELLS, Manuel. Redes de indignação e esperança: movimentos sociais na era da internet. Tradução Carlos Alberto Medeiros – 1.ed. - Rio de Janeiro: Zahar, 2013. 272 p.

HARVEY, David et al. Occupy: movimentos de protesto que tomaram as ruas. São Paulo: Boitempo Editorial, 2012.88 p.

POULANTZAS, Nicos. O Estado, o poder, o socialismo. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1980. 308 p.

Publicado
2018-09-28
Como Citar
Freitas, E. de. (2018). Cartografias da Paragem: Desmobilizações jovens contemporâneas e o redesenho das formas de vida. Conversas & Controvérsias, 5(1), 96-100. https://doi.org/10.15448/2178-5694.2018.1.29849