Educação para o trabalho?

  • Flávio F. Francisco Junior PUCRS
  • Manoel Felipe F. Rodrigues PUCRS
Palavras-chave: Trabalho, Educação, Educandos, Educadores

Resumo

A proposta deste trabalho é problematizar uma questão ontológica, ou seja, da relação entre indivíduo/sociedade/natureza. Para tanto, a interpretação do mundo a partir do trabalho é analisada tendo como base obras clássicas da sociologia. Desta forma, pretende-se estimular uma busca por uma visão crítica de mundo que possibilite trazer questionamentos e, assim, perceber qual a sua posição dentro da realidade do mundo do trabalho. Trataremos aqui, usando dados empíricos de observações participantes e instrumentos socioantropológicos de duas escolas da periferia de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, de questões que implicam na prática docente, que envolvem a relação de educadores e educandos na e para a prática do trabalho, buscando mostrar dois modos de ensino/aprendizagem, através da visão de Paulo Freire: o primeiro, tradicional, o qual remete a uma educação conservadora, e, por fim, o segundo, que aponta para uma educação crítica e libertadora.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2018-06-21
Como Citar
Junior, F. F. F., & Rodrigues, M. F. F. (2018). Educação para o trabalho?. Conversas & Controvérsias, 3(1), 29 - 43. Recuperado de https://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/conversasecontroversias/article/view/23662
Seção
Dossiê - Educação em debate