Uma ou duas Chinas? A “questão de Taiwan” sob o ponto de vista de uma comunidade chinesa ultramar (Ciudad del Este, Paraguai)

  • Rosana Pinheiro-Machado Escola Superior de Propaganda e Marketing
Palavras-chave: China, Taiwan, Paraguai, Diplomacia, Imigração

Resumo

O artigo trata da “questão de Taiwan” e dos dilemas de essa ilha ser ou não ser nação soberana. Os dados estão baseados um estudo etnográfico realizado em Ciudad del Este (Paraguai) entre taiwaneses, chineses e paraguaios. O Paraguai é um dos poucos países do mundo que possui relações diplomáticas com Taiwan, o que vai ser decisivo na conformação e negociações de “identidades chinesas”. Na primeira parte do artigo, aborda-se uma visão mais ampla da macroquestão social que envolve China, Taiwan e Paraguai. Na segunda, analisa-se o impacto dessas políticas no âmbito da vida cotidiana dos imigrantes e dos nativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosana Pinheiro-Machado, Escola Superior de Propaganda e Marketing
Professora de Antropologia da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM). Doutora pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2009). Publicações de Destaque: (1) PINHEIRO-MACHADO, R. . The attribution of authenticity to real and fake branded commodities in Brazil and China. In: Andrew Bevan, David Wengrow. (Org.). Cultures of Commodity Branding. São Francisco: Left Coast Press, 2010. (2) PINHEIRO-MACHADO, R. China-Paraguai-Brasil: Uma rota para pensar a economia informal. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 67, p. 117-133, 2008
Publicado
2011-02-07
Como Citar
Pinheiro-Machado, R. (2011). Uma ou duas Chinas? A “questão de Taiwan” sob o ponto de vista de uma comunidade chinesa ultramar (Ciudad del Este, Paraguai). Civitas - Revista De Ciências Sociais, 10(3), 468-489. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2010.3.6655