Tecnologias da não-violência e modernização da justiça no Brasil: o caso da justiça restaurativa

  • Patrice Schuch
Palavras-chave: Antropologia, Justiça restaurativa, Reforma legal

Resumo

Este artigo investiga, sob o ponto de vista antropológico, alguns aspectos da implementação da justiça restaurativa no Brasil. Através da pesquisa etnográfica, pode-se salientar que a justiça restaurativa articula um conjunto de atores diversos e conjuga ideários de autogestão e transformação individual com modernização da justiça e promoção de uma cultura de paz. Este texto objetiva entender como se dá a emergência dessa nova tecnologia de gerenciamento da vida, assim como discutir certas tensões próprias ao processo de sua disseminação. Palavras-chave: Antropologia; Justiça restaurativa; Reforma legal

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-01-20
Como Citar
Schuch, P. (2009). Tecnologias da não-violência e modernização da justiça no Brasil: o caso da justiça restaurativa. Civitas - Revista De Ciências Sociais, 8(3), 498-520. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2008.3.4872