Direitos humanos e polícia

  • Rosimeri Aquino da Silva
  • Leônidas Roberto Taschetto
Palavras-chave: Direitos humanos, Educação, Trabalho policial, Formação e atualização de policiais

Resumo

Os problemas na segurança pública brasileira jamais estiveram tão evidentes como hoje. Noticiados, televisionados, espetacularizados, discutidos, investigados e criticados, estão na pauta das agendas de sociólogos, antropólogos, criminalistas, especialistas em segurança pública e nos demais setores da sociedade civil que, cada vez, explicitam o seu descontentamento com o trabalho das nossas polícias. O tema é espinhoso, polêmico, mas apaixonante. Incluímo-nos entre os tantos descontentes com nossas polícias contribuindo aqui para a qualificação destas discussões com alguns tópicos de nossa experiência como educadores em cursos de atualização e de formação de policiais. Inspiramo-nos nas idéias de Foucault em torno da problemática do poder e da violência e sobre a formação histórica das sociedades capitalistas para pensarmos os problemas na segurança pública. Propomos uma mudança no habitus das instituições policiais, “retirando-lhes” desses espaços estratificados e hierarquizados, entendendo, desse modo, a formação e a atualização como lugares privilegiados de mudanças.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-01-20
Como Citar
Silva, R. A. da, & Taschetto, L. R. (2009). Direitos humanos e polícia. Civitas - Revista De Ciências Sociais, 8(3), 454-465. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2008.3.4869