As reformas nas polícias e seus obstáculos: Uma análise comparada das das interações entre a sociedade civil, a sociedade política e as polícias

  • Arthur Trindade Maranhão Costa
Palavras-chave: Reformas das polícias, Violência urbana, Controle social

Resumo

Este trabalho analisa as dinâmicas sociais e políticas relacionadas às reformas das polícias. Para compreender os sucessos e fracassos destas reformas é necessário analisar comparativamente as interações entre a sociedade civil, a sociedade política e as polícias. Discutem-se inicialmente as características e o papel de cada um desses atores políticos nas reformas. Nas seções seguintes, analisamos as tentativas de reformas das Polícias do Rio de Janeiro (Brasil) e Nova York (EUA) buscando ressaltar as particularidades destas interações. Argumentamos que as reformas têm sido condicionadas pelo crescimento da violência urbana. Para tal, nos baseamos em fontes documentais e entrevistas realizadas pelo autor com lideranças políticas e policiais envolvidas nesses processos de reformas. Finalmente, concluímos que a implantação de reformas implica na redefinição do papel das polícias numa estrutura estatal de controle social. Palavras-chave: Reformas das polícias; Violência urbana; Controle social

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2009-01-20
Como Citar
Costa, A. T. M. (2009). As reformas nas polícias e seus obstáculos: Uma análise comparada das das interações entre a sociedade civil, a sociedade política e as polícias. Civitas - Revista De Ciências Sociais, 8(3), 409-427. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2008.3.4867