A dinâmica da participação em conselhos gestores de Itajaí

Palavras-chave: Participação social. Conselhos gestores. Informação.

Resumo

Este artigo apresenta os resultados de uma pesquisa realizada junto aos Conselhos Municipais de Assistência Social e da Criança e do Adolescente de Itajaí, SC. Seu objetivo é analisar as dinâmicas participativas nesses conselhos durante os anos de 2005 e 2006. Os procedimentos metodológicos foram a coleta e a análise das atas e das pautas discutidas nas reuniões ordinárias e extraordinárias. A análise foi orientada pelos seguintes eixos: o que se informa, o que se discute e o que se decide, com base na observação de quem foram os atores presentes na discussão e quais foram seus pronunciamentos e posicionamentos. Como principais resultados da pesquisa, foi possível compreender a importância da temática participativa no âmbito dos conselhos ao constatar as limitações e as possibilidades dos processos participativos que poderão, futuramente, melhor qualificar intervenções nesse processo nos municípios pesquisados e em outros que podem se beneficiar dos resultados encontrados.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Águeda Lenita Pereira Wendhausen, Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Itajaí, SC

Doutora em Enfermagem pela Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc, Florianópolis, SC, Brasil). Docente da Graduação em Enfermagem e do Programa de Mestrado em Saúde e Gestão do Trabalho da Universidade do Vale do Itajaí (Univali, Itajaí, SC, Brasil).

 
Mayara Ana da Cunha Kersten, Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Itajaí, SC

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Vale do Itajaí (Univali, Itajaí, SC, Brasil).

Ana Claudia Delfini Capistrano de Oliveira, Universidade do Vale do Itajaí (Univali), Itajaí, SC

Doutora em Sociologia pela Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc, Florianópolis, SC, Brasil). Professora titular da Universidade do Vale de Itajaí (Univali, Itajaí, SC, Brasil) atuando nos cursos de Direito, Relações Internacionais, no Programa de Mestrado Profissional em Gestão de Políticas Públicas/PMGPP e no Programa de Pós-graduação em Educação (Mestrado e Doutorado).

Referências

Almeida, Carla e Luciana Tatagiba. 2012. Conselhos gestores sob o crivo da política: balanços e perspectivas. Serviço Social e Sociedade, nº 109: 68-92. http://dx.doi.org/10.1590/S0101-66282012000100005.

Avritzer, Leonardo e Zander Navarro. 2003. A inovação democrática no Brasil. São Paulo: Cortez.

Borba, Julian. 2004. O significado político dos conselhos gestores de políticas públicas. In II Encontro de Pesquisa em Saúde: o SUS e a atenção à saúde da família, 33-42, 1 Itajaí: Editora da Univali. https://doi.org/10.11606/t.6.2013.tde-31102013-152144.

Borba, Julian e Erni Seibel. 1998. Participação política e democratização do Estado. Anais do Congresso de Economia Política. Lisboa.

Cortês, Soraia Vargas. 1996. As origens da ideia de participação na área da saúde. Saúde em Debate (51): 30-37.

Dagnino, Evelina. 2002. Sociedade civil e espaços públicos no Brasil. São Paulo: Paz e Terra.

Fuks, Mário. 2004a. Democracia e participação no conselho municipal de saúde de Curitiba (1999-2001). In Democracia e participação: os conselhos gestores do Paraná, organizado por Mário Fuks, Renato Perissonotto e Nelson Rosário Souza. Curitiba: Ed. UFPR. https://doi.org/10.11606/t.6.2013.tde-31102013-152144.

Fuks, Mário. 2004b. Empoderamento e participação da comunidade em políticas sociais. Saúde e Sociedade 13, nº 2: 20-31. https://doi.org/10.1590/S0104-12902004000200003.

Gohn, Maria da Gloria. 2001. Conselhos gestores e participação sociopolítica. São Paulo: Cortez.

Minayo, Maria Cecília de Souza. 1999. O desafio do conhecimento pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo; Rio de Janeiro: Ed. Hucitec/Abrasco.

Souza, Nelson Rosário. 2005. Cenários e atores: a arena pública do Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente de Curitiba (1997-2001). In Democracia e participação: os conselhos gestores do Paraná, organizado por Mário Fuks, Renato Perissinotto e Nelson Rosário Souza, 75-102. Curitiba: Ed. UFPR. https://doi.org/10.5380/nep.v2i3.47417.

Tatagiba, Luciana. 2002. Os conselhos gestores e a democratização das políticas públicas no Brasil. In Sociedade civil e espaços públicos no Brasil, organizado por Evelina Dagnino, 47-105. São Paulo: Paz e Terra

Teixeira, Elenaldo Celso. 2001. O local e o global: limites e desafios da participação cidadã. São Paulo: Cortez.

Teixeira, Ana Claudia e Maria do Carmo Albuquerque A. Carvalho. 2000. Conselhos gestores de políticas públicas. São Paulo: Instituto Pólis.

Tonella, Celene. 2004. Ampliação da participação democrática: Conselhos gestores de políticas públicas em Maringá. Revista Paranaense de Desenvolvimento, (106): 137-156.

Vaz, Alexander Cambraia N. 2011. Participação política, efeitos e resultados em políticas públicas: notas crítico- analíticas. Opinião Pública 17, nº 1: 163-205. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-62762011000100006.

Vieira, Mauro e Maria Cristina Marino Calvo. 2011. Avaliação das condições de atuação de conselhos municipais de saúde no estado de Santa Catarina. Cadernos de Saúde Pública 27, nº 12: 2315-2326. https://doi.org/10.1590/S0102-311X2011001200004 .

Wendhausen, Águeda. 1999. Micropoderes no cotidiano de um conselho de saúde. Tese em Ciências da Saúde, Ufsc, Florianópolis.

Wendhausen, Águeda. 2002. O duplo sentido do controle social: (des) caminhos da participação em saúde. Itajaí: Univali.

Publicado
2020-05-26
Como Citar
Wendhausen, Águeda L. P., Kersten, M. A. da C., & de Oliveira, A. C. D. C. (2020). A dinâmica da participação em conselhos gestores de Itajaí. Civitas - Revista De Ciências Sociais, 20(1), 98-108. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2020.1.31446