Executivos e gerentes de empresas estatais às vésperas da privatização

  • Antonio José Pedroso Neto
Palavras-chave: Privatização. Setor elétrico. Mudança organizacional. Executivos e gerentes

Resumo

A partir de 1995, as empresas do setor elétrico do estado de São Paulo passaram por mudanças organizacionais que precederam e viabilizaram a privatização. Essas mudanças foram realizadas por seus funcionários, sob o rótulo de modernização. A proposta do presente trabalho é compreender como esses funcionários desencadearam a dinâmica das mudanças, dado que estavam cientes de que elas resultariam no desmantelamento do seu próprio corpo. No processo de mudanças, as diretrizes que eles adotaram foram orientadas por demandas externas. Entretanto, consideramos que elas dependeram também das providências que foram tomadas em cada empresa, isto é, elas também resultaram das interpretações e redefinições dessas demandas pelos agentes em interação, sob os constrangimentos de um campo do poder no interior das empresas. A pesquisa empírica que deu origem a esse artigo centrou-se em uma única empresa, em suas entidades sindicais e profissionais e, fundamentalmente, nos agentes da chamada modernização, a qual foi capitaneada por um conjunto restrito de funcionários do alto escalão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Antonio José Pedroso Neto
Doutor em Ciências Sociais pela UFSCar; Membro do Núcleo de Estudos de Sociologia Econômica e das Finanças. Professor do Instituto Matonense Municipal de Ensino Superior — Immes.
Publicado
2007-10-17
Como Citar
Pedroso Neto, A. J. (2007). Executivos e gerentes de empresas estatais às vésperas da privatização. Civitas - Revista De Ciências Sociais, 7(1), 86-108. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2007.1.2038