Religião, educação e economia em Max Weber

  • Juarez Lopes de Carvalho Filho Universidade Federal do Maranhão
Palavras-chave: Educação confucianista. Educação ascética. Cultura capitalista. Conduta de vida.

Resumo

Este artigo propõe relacionar a religião, a educação e a economia em Max Weber. Apesar de não ter escrito uma obra específica sobre a educação, é possível verificar em escritos como Confucionismo e taoísmo um esboço de tipos ideais da educação encontrados em qualquer sistema de formação, que Weber articulava aos tipos de dominação legitima (racional-legal, tradicional, carismática), seja política seja religiosa. Cada tipo de educação desenvolve nos alunos uma cultura, uma conduta de vida, ou as qualidades que convêm a um tipo de dominação político-religiosa. Esses elementos dos tipos ideais de educação articulados a uma cultura religiosa exercem um papel importante na formação de sistemas econômicos, notadamente de uma cultura capitalista. Como Weber demonstrou na Ética protestante e o “espírito” do capitalismo, existe uma real adaptação, de uma educação religiosa (ascética) ao capitalismo e à sua cultura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Juarez Lopes de Carvalho Filho, Universidade Federal do Maranhão
Professor e pesquisador do Departamento de Sociologia e Antropologia da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), com graduação em Filosofia (UECE) mestrado e doutorado em Sciences Sociales et Économiques no Institut Catholiques de Paris (France) e mestrado em Filosofia, na Université de Paris 8 (France). Desenvolve pesquisas em teoria sociologica e sociologia da educação e da cultura.

Referências

ARON, Raymond. Les étapes de la pensée sociologique. Paris: Gallimard, 1998.

BOURDIEU, Pierre; PASSERON, Jean-Claude. La reproduction: éléments pour une théorie du système d’enseignement. Paris: Minuit, 1999.

CALLIOT-THÉLÈNE, Catherine. La sociologie de Max Weber. Paris: La Découverte, 2006.

GIDDENS, Anthony. Capitalismo e moderna teoria social. Lisboa: Editorial Presença, 2011.

GROSSEIN, Jean-Pierre. Présentation. In: Max Weber. Sociologie des religion. Gallimard: Paris, 2000a. p. 51-129.

GROSSEIN, Jean-Pierre. Présentation. In: Max Weber. Confucianisme et taoïsme. Gallimard: Paris, 2000b. p. I-XXV.

PASSERON, Jean Claude. Introduction à Max Weber. In: Max Weber. Sociologie des religions. Paris: Gallimard, 1996. p. 1-49.

VIANA, Nildo. Weber: tipos de educação e educação burocrática. Guanicus, v. 1, p. 117-132, 2004.

VINCENT, Guy. Les types sociologiques d’éducation selon Max Weber. Revue Française de Pédagogie, v. 168, p. 75-82, 2009 http://rfp.revues.org/1755#text (5 jan. 2014).

WEBER, Max. Confucianisme et taoïsme. Paris: Gallimard, 2000.

WEBER, Max. Sociologie des religions. Paris: Gallimard, 1996.

WEBER, Max. L’Étique protestante et l’“esprit” du capitalisme: suivi d’autres essais. Paris: Gallimard, 2003.

WEBER, Max. Ensaios de sociologia. Rio de Janeiro: Guanabara, 1982.

WEBER, Max. Économie e société. v. 1. Paris: Plon, 1995.

WILLAIME, Jean-Paul. Sociologia das religiões. São Paulo: Unesp, 2012.

Publicado
2014-09-19
Como Citar
de Carvalho Filho, J. L. (2014). Religião, educação e economia em Max Weber. Civitas - Revista De Ciências Sociais, 14(3), 540-555. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2014.3.17107