Estratégias coligacionistas dos partidos de esquerda no Brasil: Uma análise das eleições para governadores (1986-2010)

  • Silvana Krause UFRGS
  • Pedro Paulo Alves Godoi UFG
Palavras-chave: Partidos de esquerda, coligações, estratégias eleitorais

Resumo

As eleições para governadores oferecem um momento privilegiado para observar não somente as estratégias dos partidos frente ao desafio de compor forças eleitorais, como também permitem delinear o comportamento e as opções do eleitorado. O trabalho tem como objetivo, em um primeiro momento, traçar um perfil das estratégias coligacionistas dos partidos de esquerda: PT, PDT, PSB, PC do B, PCB, PPS, PS, PV, PSTU, PSOL, PCO, PMN, PHS, PH1 que participaram nas eleições para governadores dos Estados (1986-2010). Em um segundo momento, pretende-se avaliar o impacto da variável “consistência ideológica” das coligações sobre a performance eleitoral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Silvana Krause, UFRGS
P
Pedro Paulo Alves Godoi, UFG
Mestre em Sociologia pela Universidade Federal de Goiás (UFG), Sociólogo de Secretaria de Estado (Goiás) e Professor da Associação de Educação e Cultura de Goiânia (Faculdades Padrão).
Publicado
2012-11-18
Como Citar
Krause, S., & Godoi, P. P. A. (2012). Estratégias coligacionistas dos partidos de esquerda no Brasil: Uma análise das eleições para governadores (1986-2010). Civitas - Revista De Ciências Sociais, 12(2), 262-297. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2012.2.11929