“A quem serve o Graal?”: um estudo sobre a classificação ideológica dos partidos políticos através de seus projetos de lei na Alergs (2003 a 2006)

  • Marcia Ribeiro Dias PUCRS
  • Daiane Boelhouwer Menezes PUCRS
  • Geison da Cunha Ferreira PUCRS
Palavras-chave: eixo esquerda-direita, classificação ideológica, partidos políticos, atividade parlamentar

Resumo

Contando com um sistema partidário recente, altamente fragmentado, de frágil enraizamento social, organizado em um sistema federativo caracterizado por significativas disparidades regionais, a democracia brasileira é frequentemente questionada em virtude da inconsistência ideológica e programática de seus partidos. A dificuldade de enquadramento do caso brasileiro aos padrões analíticos utilizados em democracias já consolidadas acaba por superestimar sua instabilidade e preconizar sua inviabilidade. Este artigo visa resignificar a importância da dimensão ideológica na ação dos partidos políticos brasileiros. Ao invés de ouvir o que os partidos têm a dizer de si mesmos, pretendemos classificá-los ideologicamente através de sua atuação parlamentar. Livres dos constrangimentos que o período eleitoral engendra, os partidos políticos podem revelar sua faceta mais conservadora, clientelista, liberal ou socialista. Como resultado, estruturamos uma metodologia de análise do posicionamento ideológico dos partidos através dos projetos de lei apresentados por suas lideranças à Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, contribuindo assim para repensar a velha dicotomia esquerda-direita à luz de algumas evidências empíricas

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcia Ribeiro Dias, PUCRS
P
Daiane Boelhouwer Menezes, PUCRS
Mestre e doutoranda em Ciências Sociais na PUCRS e bolsista da Capes.
Geison da Cunha Ferreira, PUCRS
Graduado em Ciências Sociais pela Ufrgs e mestrando em Ciências Sociais pela PUCRS.
Publicado
2012-11-18
Como Citar
Dias, M. R., Menezes, D. B., & Ferreira, G. da C. (2012). “A quem serve o Graal?”: um estudo sobre a classificação ideológica dos partidos políticos através de seus projetos de lei na Alergs (2003 a 2006). Civitas - Revista De Ciências Sociais, 12(2), 209-235. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2012.2.11918