Global injustice, individual duties and non-ideal institutional circumstances

  • Corinna Mieth University of Bochum
Palavras-chave: injustiça global, deveres individuais, ordem institucional, direitos humanos, teoria da justiça.

Resumo

As questões principais deste trabalho são: quais obrigações os ricos globais têm para com os muito pobres, considerando-se que a ordem institucional global é injusta? Há deveres para institucionalizar os direitos humanos sob tais circunstâncias institucionais não ideais? Quão fortes são estes deveres? Minha tese é que aquilo que torna deveres fortes ou fracos não é que eles sejam deveres positivos ou negativos, no sentido derivado da teoria da ação. Ao invés disto, a força de deveres individuais depende da sua referência a bens básicos e a sua especificação, o que depende em parte dos arranjos institucionais existentes, na medida em que envolvam viabilidade, determinidade, custo e eficiência.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-05-18
Como Citar
Mieth, C. (2012). Global injustice, individual duties and non-ideal institutional circumstances. Civitas - Revista De Ciências Sociais, 12(1), 47-69. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2012.1.11147