Democratização de políticas sociais no Brasil: venturas e desventuras das organizações da sociedade civil

  • Graziele Andrade Resende PUC Minas
  • Armindo dos Santos de Sousa Teodósio Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Palavras-chave: Organizações da sociedade civil. Políticas públicas. Participação popular. Conselhos municipais. Democracia participativa.

Resumo

O artigo discute as perspectivas de democratização de políticas sociais através da descentralização no Brasil. Para tanto, faz uma discussão teórica sobre a dinâmica da descentralização de políticas públicas no contexto brasileiro e seus desdobramentos sobre a democratização das políticas sociais a partir de dois fenômenos que compõem as tentativas de modernização do estado: a difusão de conselhos municipais de políticas e a promoção de parcerias entre organizações da sociedade civil e governos para a provisão de serviços sociais. Trata-se de um artigo de natureza teórica, que recorreu a diferentes fontes bibliográficas sobre participação popular, conselhos de políticas, relações entre estado e sociedade civil e cultura política brasileira. A análise aponta a permanência de importantes desafios para a consolidação de processos políticos pautados na democracia participativa no Brasil, que acabam por reconfigurar e trazer novas dimensões para armadilhas e riscos de centralização de poder, domínio tecnocrático e expansão do clientelismo no cenário político brasileiro contemporâneo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Graziele Andrade Resende, PUC Minas
Consultoria de Parcerias Institucionais da APAE Contagem Especialista em Gestão e Elaboração de Projetos Internacionais - Ênfase no Terceiro Setor Bacharel em Administração de Empresas pela PUC Minas
Armindo dos Santos de Sousa Teodósio, Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais
Professor do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Administração (PPGA) da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas). Pesquisador das áreas de Gestão Social e Ambiental, Políticas Públicas e Estudos Organizacionais. Seus interesses de pesquisa concentram-se em Organizações da Sociedade Civil, Responsabilidade Socioambiental de Empresas, Participação Popular em Políticas Públicas e Desenvolvimento Sustentável. Doutor em Administração de Empresas pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo (EAESP) da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Mestre em Ciências Sociais (Gestão de Cidades) pela PUC Minas e Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federa de Minas Gerais (UFMG).
Publicado
2014-04-11
Como Citar
Resende, G. A., & Teodósio, A. dos S. de S. (2014). Democratização de políticas sociais no Brasil: venturas e desventuras das organizações da sociedade civil. Civitas - Revista De Ciências Sociais, 14(1), 177-192. https://doi.org/10.15448/1984-7289.2014.1.10689
Seção
Artigos