A Torá como elemento de memória e construção identitária na Yehud persa

Palavras-chave: Torá, Memória, Identidade, Neemias

Resumo

Este artigo discutirá a instrumentalização da Torá por grupos de repatriados no Período do Segundo Templo. Na primeira parte do estudo, analisaremos a Torá como texto de memória, de tradições inventadas, e como objeto de disputa ideológica. Na segunda parte da pesquisa, faremos uma sucinta história da pesquisa e da composição da Torá, para mostrarmos a complexidade das memórias, narrativas e tradições de seus textos. E por fim, faremos um breve comentário de um texto mítico fundante para a inserção da Torá na comunidade do pós-exílio.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rogério Lima de Moura, Universidade Metodista de São Paulo (UMESP), São Bernardo do Campo, SP, Brasil.

Doutorando em Ciências da Religião pela Universidade Metodista de São Paulo (UMESP). Membro do grupo de pesquisa Arqueologia do Antigo Oriente (UMESP) e docente no curso de bacharelado em Teologia da Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES), em Santos, SP, Brasil. Bolsista Capes.

Referências

ASSMANN, Jan. Comunicative and Cultural Memory. In: ERLL, Astrid; NUNNING, Ansgar (ed.). Cultural Memory Studies: An International And Interdisciplinary Handbook. Berlin/New York: De Gruyter, 2008. p.109-118.

HALL, Stuart. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. Rio de Janeiro: Lamparina, 2015.

HOBSBAWM, Eric; RANGER, Terence (org.). A Invenção das Tradições. Rio de Janeiro/São Paulo: Paz & Terra, 2017.

KESSLER, Rainer. História Social do Antigo Israel. São Paulo: Paulinas, 2009.

NAJMAN, Hindy. Torah Of Moses: Pseudonymous Attributtion in Second Temple Writings. In: EVANS, Craig A. The Interpretation os Scripture in Early Judaism and Christianity: Studies in Language and Tradition. Sheffield: Sheffield Academic Press, 2000. p. 73-86.

NIHAN, Christophe; RÖMER, Thomas. O Debate Atual Sobre a Formação do Pentateuco. In: ROMER, Thomas; MACCHI, Jean-Daniel; NIHAN, Christophe (org.). Antigo Testamento: História, Escritura e Teologia. São Paulo: Loyola, 2010. p. 108-147.

RÖMER, Thomas. A Formação do Pentateuco: História da Pesquisa. In: ROMER, Thomas; MACCHI, Jean-Daniel; NIHAN, Christophe (org.). Antigo Testamento: História, Escritura e Teologia. São Paulo: Loyola, 2010. p. 85-107.

RICOEUR, Paul. A Memória, a História e o Esquecimento. Campinas: Editora da Unicamp, 2007.

SCHMID, Konrad. História e Literatura do Antigo Testamento: Uma Introdução. São Paulo: Loyola, 2013.

SCHNIEDEWIND, William M. Como A Bíblia Se Tornou Um Livro. São Paulo: Loyola, 2011.

SETERS, John Van. The Pentateuch: A Social- Science Commentary. Sheffield: Sheffield Academic Press, 1999.

SKA, Jean Louis. Introdução à Leitura do Pentateuco: Chaves Para a Interpretação dos Cinco Livros da Bíblia. São Paulo: Loyola, 2003.

SKA, Jean Louis. O Canteiro do Pentateuco: Problemas de Composição e de Interpretação, Aspectos Literários e Teológicos. São Paulo: Paulinas 2016.

Publicado
2020-12-23
Seção
Artigos