Atenção conjunta nas interações educador-bebê e suas repercussões na cognição social

Uma revisão sistemática

Palavras-chave: atenção, interação, professor, bebê

Resumo

O presente artigo refere-se a uma revisão sistemática que buscou identificar se a atenção conjunta estabelecida em interações educador-bebê em contexto de creches interfere na cognição social desses bebês. Essa revisão seguiu as recomendações do Preferred Reporting Items for Systematic reviews and Meta-Analyse (PRISMA) e teve as buscas realizadas nas bases de dados Web of Science, Pubmed, Pepsic, Scielo, Indexpsi, PsycInfo e Lilacs. Também se realizou uma busca na Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD). Os descritores utilizados foram “Child Day Care Centers”, “Preschool”, “School Teachers”, “infant”, “attention”, “joint attention” e “social cognition”. A análise incluiu cinco artigos e permitiu identificar que ao se engajarem em episódios de atenção conjunta com seus educadores, bebês apresentaram desenvolvimento da comunicação e da linguagem oral. Também se constatou a necessidade de ampliar os estudos sobre o tema. Essa revisão está registrada no International Prospective Register of Ongoing Systematic Reviews (PROSPERO) sob o número CRD42019133759.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jéssica Andrade de Albuquerque, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), João Pessoa, PB Brasil

Doutora em Psicologia Social pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, PB, Brasil; mestra em Psicologia Social pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, PB, Brasil.

Vanessa da Cruz Alexandrino, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), João Pessoa, PB Brasil

Doutora em Psicologia Social pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, PB, Brasil; mestra em Psicologia Social pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, PB, Brasil.

Fabíola de Sousa Braz Aquino, Universidade Federal da Paraíba (UFPB), João Pessoa, PB Brasil

Doutora em Psicologia Social pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, PB, Brasil; mestre em Psicologia Social pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, PB, Brasil. Professora da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), em João Pessoa, PB, Brasil.

Referências

Alexandrino, V. C., & Braz Aquino, F. de S. (2018). Análise das concepções de profissionais da educação sobre o desenvolvimento infantil: Um estudo em creches de uma cidade da Paraíba – Brasil. Revista Portuguesa de Educação, 31(2), 85-99. https://doi.org/10.21814/rpe.13756

Almeida, C. P. B., & Goulart, B. N. G. (2017). Como minimizar vieses em revisões sistemáticas de estudos observacionais. Revista CEFAC, 19(4), 551-555. https://dx.doi.org/10.1590/1982-021620171941117

Amorim, K. S., Anjos, A. M., & Rossetti-Ferreira, M. C. (2012). Processos interativos de bebês em creche. Psicologia: Reflexão e Crítica, 25(2), 378-389. https://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722012000200020

Aquino, F. S. B., & Salomão, N. M. R. (2011). Intencionalidade comunicativa e atenção conjunta: uma análise em contextos interativos mãe-bebê. Rev. Psicologia: reflexão e crítica, 107-115. https://doi.org/10.1590/S0102-79722011000100013

Borges, L. C., & Salomão, N. M. R. (2003). Aquisição da linguagem: considerações da perspectiva da interação social. Psicologia: Reflexão e Crítica, 16(2), 327-336. https://dx.doi.org/10.1590/S0102-79722003000200013

Cain, D. W., Rudd, L. C., & Saxon, T. F. (2007). Effects of professional development training on joint attention engagement in low-quality childcare centers. Early Child Development and Care, 177(2), 159-185. https://doi.org/10.1080/03004430500375927

Cleveland, A., Schug, M., & Striano, T. (2007). Joint attention and object learning in 5-and7-month-old infants. Infant Behavior & Development, 29(3), 299-307. https://doi.org/10.1016/j.infbeh.2005.12.004

Colus, K. M., & Amorim, K. de S. (2019). O Estabelecimento da Atenção Conjunta em um Bebê com Deficiência Visual Severa. Psicologia: Teoria e Pesquisa, 35, e3541. https://dx.doi.org/10.1590/0102.3772e3541

Degotardi, S. (2017). Joint attention in infant-toddler early childhood programs: Its dynamics and potential for collaborative learning. Contemporary Issues in Early Childhood, 18(4), 409-421. https://doi.org/10.1177/1463949117742786

Grácio, M. C. C. (2018). Colaboração científica: indicadores relacionais de coautoria. Brazilian Journal of Information Studies: Research Trends, 12(2), 24-32. https://doi.org/10.36311/1981-1640.2018.v12n2.04.p24

Medeiros, C. S. & Salomão, N. M. R. (2014). Análise de dois contextos interativos em uma díade mãe-criança com deficiência visual. Temas em Psicologia, 22(4), 701-713. https://dx.doi.org/10.9788/TP2014.4-03

Melo, G. M. L. de S. (2015). Cenas de atenção conjunta entre professoras e crianças em processo de aquisição da linguagem [Dissertação de mestrado, Universidade Federal da Paraíba]. https://repositorio.ufpb.br/jspui/handle/tede/8417?locale=pt_BR

Mendes, D. M. L. F., & Seidl Moura, M. L. (2009). Expressões faciais de emoção em bebês: importância e evidências. Estudos de Psicologia, 9(2), 307-327. https://doi.org/10.12957/epp.2009.9105

Mendes, D. M. L. F. & Cavalcante, L. I. C. (2014). Modelos de self e expressão emocional em bebês: concepções de mães e outras cuidadoras. Psico-PUCRS, 45(1), 120-129. https://doi.org/10.15448/1980-8623.2014.1.13768

Moher, D., Liberati, A., Tetzlaff, J., & Altman, D. G., The PRISMA Group (2009). Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses: The PRISMA Statement. PLoSMed 6(6): e1000097. https://doi.org/10.1371/journal.pmed.1000097

Oliveira, K. R. S., Aquino, F. S. B., & Salomão, N. M. R. (2016). Desenvolvimento da linguagem na primeira infância e estilos linguísticos dos educadores [Language development in early childhood and linguistic styles of educators]. Avances en Psicología Latinoamericana, 34(3), 457-472. http://dx.doi.org/10.12804/apl34.3.2016.02

Rossetti-Ferreira, M. C., Amorim, K., & Silva, A.P. (2000). Uma perspectiva teórico-metodológica para análise do desenvolvimento humano e do processo de investigação. Psicologia: Reflexão e Crítica, 13(2): 279-291. https://doi.org/10.1590/S0102-79722000000200008

Rossetti-Ferreira, M. C. T. (2015). A Creche Carochinha e sua história. In Histórias da Carochinha: contribuições para o ensino, a pesquisa e a extensão de uma creche universitária. Pedro & João Editores.

Rudd, L. C., Cain, D. W., & Saxon, T. F. (2008). Does improving joint attention in low‐quality child‐care enhance language development? Early Child Development and Care, 178(3): 315-338. http://dx.doi.org/10.1080/03004430701536582

Shin, M. (2012). The role of joint attention in social communication and play among infants. Journal of Early Childhood Research, 10(3), 309-317. https://doi.org/10.1177/1476718X12443023

Smith, A. B. (1999). Quality Childcare and Joint Attention. International Journal of Early Years Education, 7(1), 85-98. http://dx.doi.org/10.1080/0966976990070107

Sterne, J. A., Hernán, M. A., McAleenan, A., Reeves, B. C., & Higgins, J. P. (2019). Assessing risk of bias in a non‐randomized study. In Higgins, J.P.T., Thomas, J., Chandler, J., Cumpston, M., Li, T., Page, M. J., Welch, V. A.(editors). Cochrane Handbook for Systematic Reviews of Interventions (pp. 621-641). John Wiley & Sons.

Striano, T., & Reid, V. M. (2006). Social cognition in the first year. Trends in Cognitive Sciences, 10(10), 471-476. http://dx.doi.org/10.1016/j.tics.2006.08.006

Tomasello, M. (2003). Origens culturais da aquisição do conhecimento humano: Tópicos (C. Berliner, Trad.). Martins Fontes.

Tomasello, M. (2019). Becoming Human: a theory of ontogeny. Publisher: Harvard University Press. https://doi.org/10.4159/9780674988651

Tomasello, M. & Carpenter, M. (2007). Shared Intentionality. Developmental Science, 10(1), 121-125. https://doi.org/10.1111/j.1467-7687.2007.00573.x

Vasconcelos, D. C., & Salomão, N. M. R. (2016). Educadoras de creches: concepções sobre desenvolvimento infantil. Revista Lusófona de Educação, 33, 81-94.

Vygotsky, L. S. (2000). A Formação social da mente: O desenvolvimento dos processos psicológicos superiores (J. C. Neto, L. S. M. Barreto, S. C. Afeche, Trad., 6. ed.). Editora Martins Fontes. (Original publicado em 1984).

Publicado
2022-08-09
Como Citar
Albuquerque, J. A. de, Alexandrino, V. da C., & Aquino, F. de S. B. (2022). Atenção conjunta nas interações educador-bebê e suas repercussões na cognição social: Uma revisão sistemática. Psico, 53(1), e36602. https://doi.org/10.15448/1980-8623.2022.1.36602