Percepção corporal em pré-adolescentes e adolescentes com sobrepeso e obesidade

Uma análise junguiana

Palavras-chave: Obesidade, pré-adolescência, adolescência, percepção corporal, Jung

Resumo

O enfrentamento da obesidade demanda suporte psicossocial diante da alta prevalência de psicopatologias associadas ao viés do peso na adolescência. Analisou-se percepção corporal em 63 sujeitos, 37 meninos e 26 meninas, de 9 a 14 anos, de Monteiro Lobato, São Paulo, por meio do Desenho de Percepção Corporal. Avaliou-se, a consciência e a persona corporal, correlacionadas a sexo, idade e IMC pelo SPSS. Observou-se nos desenhos: redução da consciência corporal em meninas obesas: indeterminação, desintegração e instabilidade; regressão da persona: postura fechada em meninas com sobrepeso e obesas e rigidez em meninos com sobrepeso desde a pré-adolescência. Para a psicologia junguiana, nesta fase, a obesidade ativa conflitos inconscientes, desestrutura o ego e o isolamento, realimenta a crise identitária. Percepção corporal, tema pouco explorado; demanda pesquisa e validação de instrumentos para a compreensão da obesidade na adolescência.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Maria Greger Tavares, Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES S. Paulo), São Paulo, SP, Brasil.

Doutora em Psicologia Escolar e do Desenvolvimento Humano pela Universidade de São Paulo (USP), em São Paulo, SP, Brasil; pesquisadora científica do Instituto de Saúde (IS) da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em São Paulo, SP, Brasil.

Danielle Cordeiro Vieira, Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES S. Paulo), São Paulo, SP, Brasil

Graduada em Psicologia pela Universidade Anhembi Morumbi (UAM), em São Paulo, SP, Brasil. C /FAPESP).

Sílvia Helena Bastos de Paula, Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES S. Paulo), São Paulo, SP, Brasil.

Doutora em Ciências pela da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em São Paulo, SP, Brasil, pesquisadora científica do Instituto de Saúde (IS) da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em São Paulo, SP, Brasil.

Regina Mc Dowell de Figueiredo, Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES S. Paulo), São Paulo, SP, Brasil.

Doutora em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP), em São Paulo, SP, Brasil; pesquisadora científica do Instituto de Saúde (IS) da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em São Paulo, SP, Brasil.

Daniel Gustavo Goroso, Universidade de Mogi das Cruzes (UMC), Mogi das Cruzes, SP, Brasil.

Doutora em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP), em São Paulo, SP, Brasil; pesquisadora científica do Instituto de Saúde (IS) da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, em São Paulo, SP, Brasil.

Referências

Bárbara, R. Q. (2011). Compulsão alimentar na adolescência: Uma abordagem junguiana. Um estudo sobre a dinâmica psíquica através do método de Rorschach. (Dissertação de mestrado). Programa de Pós-Graduação em Psicologia Clínica. Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, Brasil. Recuperado de https://sapientia.pucsp.br/handle/handle/15084

Boechat, W. (2008). O sonho em pacientes somáticos. Cadernos junguianos, 4,19-31.

Costa, M. B. L. B. (2009). Estudo psicológico de pacientes obesas mórbidas com transtorno da compulsão alimentar periódica, pós cirurgia bariátrica, em psicoterapia grupal breve, com abordagem junguiana.(Dissertação de mestrado). Faculdade de Psicologia, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. São Paulo, SP, Brasil. Disponível em https://tede2.pucsp.br/handle/handle/15881

Chen, J. L. & Wilkosz, M. E. (2014). Efficacy of technology-based interventions for obesity prevention in adolescents: A systematic review. Adolesc Health MedTher, 5, 159-170. https://dx.doi.org/10.2147/AHMT.S39969

Cuzzolaro, M. (2018a). Obesities: controversies in diagnosis and classification. In M. Cuzzolaro & S. Fassino (Eds.), Body image, eating, and weight - A guide to assessment, treatment, and prevention (pp. 173-192). Switzerland: Springer. https://dx.doi.org/10.1007/978-3-319-90817-5_147

Cuzzolaro, M. (2018b) Body schema and body image: history and controversies. In M. Cuzzolaro & S. Fassino (Eds.), Body image, eating, and weight - A guide to assessment, treatment and prevention (pp. 1-24). Switzerland: Springer. https://dx.doi.org/10.1007/978-3-319-90817-5_14

Farah, R. M. (2008). Integração Psicofísica: O trabalho Corporal e a Psicologia de C. G. Jung (2ª. ed.). São Paulo: Companhia Ilimitada/Robe.

Feldman, B. (1996). Identity, sexuality and the self in late adolescence. The Journal of Analytical Psychology, 41(4), 491-507. https://dx.doi.org/10.1111/j.1465-5922.1996.00491.x

Goroso, D.G., Salinet, J. L., Bissaco, M. A., Rodrigues da Silva, R., Rodrigues, S. C. M., Iwanow, T., Bastos de Paula, S., & Greger Tavares, S.M. (2018). Avaliação de Tecnologia on-line para prevenção primária de DCNT em usuários de serviços básicos de Saúde do SUS. Relatório Científico apresentado à FAPESP. São Paulo. SP, Brasil. Relatório Científico para FAPESP.

Goroso, D. G., Silva, R. R., Battistella, L. R., Odstrcil, M., & Paolini, M. (2013) Monitoring heart rate variability online using e-health oriented 3G mobile telephone services. Journal of Physics. Conference Series [Online], 477, 12-36. https://dx.doi.org/10.1088/1742-6596/477/1/012036

Guerra, P. H., Silveira, J. A., & Salvador, E.P (2016). Physical activity and nutrition education at the school environment aimed at preventing childhood obesity: Evidence from systematic reviews. J Pediatr, 92, 15-23. https://dx.doi.org/10.1016/j.jped.2015.06.005

Jung, C. G. (2017). Fundamentos de Psicologia Analítica. Obras Completas (Vol. 18). Rio de Janeiro: Vozes.

Jung, C. G. (1991). Determinantes psicológicos do comportamento humano. In Obras Completas. A Natureza da Psique. Dinâmica do Insconsciente (Vol. 8, parte 2, pp. 60-71). Rio de Janeiro: Vozes.

Knobel, M. & Aberastury, A. (2003). Adolescência normal: Um enfoque psicanalítico. (1.º ed.). São Paulo: Artmed.

Lipek, T., Igel, U., Gausche, R., Kiess, W. & Grande, G. (2015). Obesogenic environments: Environmental approaches to obesity prevention. J. Pediatr. Endocrinol. Metab, 28, 485-495. https://dx.doi.org/10.1515/jpem-2015-0127

Lombardo, C. (2018). Studies on Body Image in Children and Adolescents with Overweight/Obesity: A Guide to Assessment, Treatment, and Prevention. In M. Cuzzolaro & S. Fassino (Eds.), Body image, eating, and weight - A guide to assessment, treatment, and prevention (pp.193-205). Switzerland: Springer. https://dx.doi.org/10.1007/978-3-319-90817-5_14

Machado Filho, P. M. (2015). Corpo de criança. Jung & Corpo, 15, 69-75.

McCabe, M., Ricciardelli, L., Sitaram, G., & Mikail, K. (2006). Accuracy of body size estimation: Role of biopsychosocial variables. Body image, 3(2), 163-171 https://dx.doi.org/10.1016/j.bodyim.2006.01.004

Ministério da Saúde, Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, & Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística [IBGE] (2010). Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009: Antropometria e estado nutricional de crianças, adolescentes e adultos no Brasil. Rio de Janeiro: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Morgado, F. F. R., Ferreira, M. E. C., Andrade, M. R. M., & Segheto K. J. (2009). Análise dos instrumentos de avaliação da imagem corporal. Fit Perf J, 8(3), 204-211. https://dx.doi.org/10.3900/fpj.8.3.204.p

Neumann, E (2019). The Child: Structure and Dynamics of Nascent Personality. Abingdon: Routledge.

Neves, C. M., Cipriani, F. M., Meireles, J. F. F., Morgado, F. F. R., & Ferreira, M. E. C. (2017). Body image in childhood: A integrative literature rewiew. Revista Paulista de Pediatria, 35(3), 331-339. https://dx.doi.org/10.1590/19840462/;2017;35;3;00002

Non Communicable Diseases Risk Factor Collaboration (2017) Worldwide trends in body-mass index, underweight, overweight, and obesity from 1975 to 2016: a pooled analysis of 2416 population-based measurement studies in 128·9 million children, adolescents, and adults. Lancet, 390, (pp. 2627-2642). https://dx.doi.org/10.1016/ S0140-6736(17)32129-3

Paiva A. C. T., Couto C. C., Masson, A. P. L., Monteiro, C. A. S., & Freitas, C. F. (2018). Obesidade infantil: Análises antropométricas, bioquímicas, alimentares e estilo de vida. Rev Cuid., 9(3), 2387-2399. https://dx.doi.org/10.15649/cuidarte.v9i3.575

Pedraza, D. F., Sousa, C. P. C., & Olinda, R. A. (2018). Prevalence and factors associated to body self-perception in students from the Brazilian Northeast region. Rev. Eletr. Enf. [Online], 2(20). https://dx.doi.org/10.5216/ree.v20.43937

Petribú, B. G. C., & Mateos, M. A. B. A. (2017). Imagem corporal e gravidez. Junguiana [Online], 35(1), 33-39. Recuperado de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S010308252017000100004&lng=pt&tlng=pt

Ramalho, A., Gardotti, C. M., Borges, M. B. F., Oliveira, M. D., Palavras, M., Nunes, P., & Sampaio, S. M. D. (2007). Imagem corporal na adolescência. Junguiana, 25, 133-142.

Sahoo, K., Sahoo, B., Choudhury, A. K., Sofi, N. Y., Kumar, R., & Bhadoria, A. S. (2015, Apr-Jun). Childhood obesity: Causes and consequences. J Family Med Prim Care, 4(2), 187-92. https://dx.doi.org/10.4103/2249-4863.154628

Sándor, P. (Org.). (1982). Técnicas de Relaxamento. (4a . ed.). São Paulo: Vetor.

Schilder, P. (1999). A imagem do corpo: As energias construtivas da psique (3ª. ed.). São Paulo: Martins Fontes Tavares, M. D. C. G. C. F., Campana, A. N. N. B., Tavares, R. F., Filho, & Campana, M. B. (2010). Avaliação perceptiva da imagem corporal: História, reconceituação e perspectivas para o Brasil. Psicologia em Estudo, 15(3), 509-518. https://dx.doi.org/10.1590/S1413-73722010000300008

Weihrauch-Blüher, S., Koormann, S., Brauchmann, J., & Wiegand, S. (2016). Elektronische medien in der adipositas-prävention bei kindern und jugendlichen. [Electronic media in obesity prevention in childhood and adolescence]. Bundesgesundheitsblatt Gesundheitsforschung Gesundheitsschutz, 59(11), 1452-1464. https://dx.doi.org/10.1007/s00103-016-2455-z

Woodman. M. (2006). A coruja era filha do padeiro (5ª. ed.) São Paulo: Cultrix.

Yoshinaga, I. G.& Galiás, I. (2018). A pele que somos e a pele que sentimos. Pele – símbolo – consciência. Junguiana [Online], 36(2), 77-88. Recuperado de http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-08252018000200005&lng=pt&nrm=iso

Publicado
2020-12-31
Como Citar
Tavares, S. M. G., Vieira, D. C., Bastos de Paula, S. H., de Figueiredo, R. M. D., & Goroso, D. G. (2020). Percepção corporal em pré-adolescentes e adolescentes com sobrepeso e obesidade: Uma análise junguiana. Psico, 51(4), e34216. https://doi.org/10.15448/1980-8623.2020.4.34216
Seção
Artigo Original