O efêmero piscar de olhos

Arquivos materiais, digitais e o enquadramento da memória

  • José Cláudio Siqueira Castanheira Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói, RJ, Brasil; Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza, CE, Brasil. https://orcid.org/0000-0002-8926-8518
Palavras-chave: Arquivo, Memória, Bases de dados, Tecnocolonialismo, Godard

Resumo

Os filmes recentes de Jean-Luc Godard, Adieu au Langage (2014) e Le Livre d’Image (2018), parecem ampliar sua já conhecida preocupação em fazer cinema a partir da própria matéria cinematográfica. No cinema, historicamente, o embate entre singularidade e padronização da experiência sempre esteve presente. Hoje, sistemas complexos de legitimação cultural que permeiam a cadeia produtiva funcionam como filtros para o que pode ser visto e preservado como arquivo. Este trabalho propõe algumas reflexões sobre a fugacidade da experiência fílmica presente nos múltiplos processos de circulação e preservação de arquivos como enquadramento material da memória.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Cláudio Siqueira Castanheira, Universidade Federal Fluminense (UFF), Niterói, RJ, Brasil; Universidade Federal do Ceará (UFC), Fortaleza, CE, Brasil.

Doutor em Comunicação pela Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, RJ, Brasil, com estágio doutoral na McGill University - Canadá; meste em Comunicação pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), no Rio de Janeiro, RJ, Brasil. Professor do Departamento de Comunicação da Universidade Federal Fluminense (UFF), RJ, Brasil, e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Federal do Ceará, CE, Brasil. 

Referências

BELLOUR, R. La querelle des dispositifs: cinéma – installations, expositions. Paris: P.O.L éditeur, 2012.

BRUNO, F. Rastros digitais: o que eles se tornam quando vistos sob a perspectiva da teoria ator-rede? In: ENCONTRO DA COMPÓS, 21., 2012, Juiz de Fora. Anais [...]. Juiz de Fora: UFJF, 2012. Available at: http://www.compos.org.br/biblioteca.php. Accessed on: May 24, 2022.

CASTANHEIRA, J. C. S. Studio Sounds: Digital Tools and Technocolonialism. In: CÁRDENAS, A. (ed.) Border-Listening/Escucha-Liminal. Berlin: Radical Sounds Latin America, 2020, p. 106-119. Available at: http://radicalsoundslatinamerica.com/2020/11/24/studio-sounds-digital-tools-and-technocolonialism. Accessed on: May 24, 2022.

CASTANHEIRA, J. C. S. For an autonomous existence of images: an archaeological perspective. Lumina, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 52-67, jan./abr. 2020. Available at: https://periodicos.ufjf.br/index.php/lumina/article/view/30111 Accessed on: May 24 2022.

DERRIDA, J. Mal de arquivo: uma impressão freudiana. Rio de Janeiro: Relume Dumará, 2001.

DIDI-HUBERMAN, G. A imagem sobrevivente: história da arte e tempo dos fantasmas segundo Aby Warburg. Rio de Janeiro: Contraponto, 2013.

DRY, J. Jean-Luc Godard laments advent of streaming, compares it to the end of silent film. In: IndieWire. [S. I.], April 16, 2019. Available at: https://www.indiewire.com/2019/04/jean-luc-godard-netflix-streaming-loss-fiaf-video-1202059256. Accessed on: Apr. 18, 2019.

DUBOIS, P. Cinema, vídeo, Godard. São Paulo: Cosac Naify, 2004.

FULLER, M.; GOFFEY, A. Evil Media. Cambridge: The MIT Press, 2012.

GAUDREAULT, A.; MARION, P. La fin du cinéma? Un média en crise à l’ère du numérique. Paris: Armand Colin, 2013.

HAYLES, N. K. How we think: digital media and contemporary technogenesis. Chicago: The University of Chicago Press, 2012.

INCÊNDIO atinge um dos galpões da Cinemateca Brasileira, em São Paulo. Jornal Nacional, 29 July 2021. Available at: https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2021/07/29/incendio-atinge-um-dos-galpoes-da-cinemateca-brasileira-em-sao-paulo.ghtml. Accessed on: May 22, 2022

KITTLER, F. A. The truth of the technological world: essays on the genealogy of presence. Redwood City: Stanford University Press, 2014.

MANOVICH, L. Software takes command. Bloomsbury: New York, 2013.

MANOVICH, L. The language of new media. Massachusetts: The MIT Press, 2001.

MANOVICH, L; KRATKY, A. Soft cinema: navigating the database. Massachusetts: The MIT Press, 2005.

MEILLASSOUX, Q. After Finitude: An essay on the necessity of contingency. London/NY: Continuum, 2008.

MENOTTI, G. O filme codificado. Rebeca, [S. l.], ano 8, v. 1, n. 15, jan./jun. 2019. Available at: file:///C:/Users/jcsca/Downloads/552-Texto%20do%20Artigo-1512-1612-10-20191108.pdf. Accessed on: May 24, 2022.

O QUE se sabe sobre o incêndio no Museu Nacional, no Rio. G1, 4 Sep. 2018. Available at: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2018/09/04/o-que-se-sabe-sobre-o-incendio-no-museu-nacional-no-rio.ghtml. Accessed on: May 24, 2022.

OSCAR volta a exigir que filmes na disputa sejam lançados antes nos cinemas. Folha de S.Paulo, [S. I.], 18 May 2022. Available at: https://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/2022/05/oscar-volta-a-exigir-que-filmes-na-disputa-sejam-lancados-antes-nos-cinemas.shtml. Accessed on: May 22, 2022.

PASCUAL, M. G. Reconhecimento facial chinês chega às portas da União Europeia. El País, [S. I.], 20 Jun. 2021. Available at: https://brasil.elpais.com/tecnologia/2021-06-20/reconhecimento-facial-chines-chega-as-portas-da-uniao-europeia.html. Accessed on: May 23, 2022.

QUIJANO, A. Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina. A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latino-americanas. Buenos Aires: CLACSO, 2005. Available at: http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/clacso/sur-sur/20100624103322/12_Quijano.pdf. Accessed on: Mar 23, 2022.

SANTOS, B. S. O fim do império cognitivo: a afirmação das epistemologias do sul. Belo Horizonte: Autêntica, 2020.

SOUSA, A. Arte catastrófica: a restauração de Jesus Cristo que não deu certo. In: Aventuras na História. [S. l.], Feb 28, 2021. Available at: https://aventurasnahistoria.uol.com.br/noticias/almanaque/arte-catastrofica-restauracao-de-jesus-cristo-que-nao-deu-certo.phtml. Accessed on: May 24, 2022.

VERNALLIS, C. Unruly media: YouTube, music video, and the new digital cinema. Oxford: Oxford University Press, 2013.

WASSON, H. The networked screen: moving images, materiality, and the aesthetics of size. In: MARCHESSAULT, J.; LORD, S. (ed.). Fluid screens, expanded cinema. Toronto: University of Toronto Press, 2007. p. 74-95.

WOOD, M. If it’s online, it’s not permanent. Internet archives can disappear. In: Marketplace. [S. l.], Apr. 9 2019. Available at: https://www.marketplace.org/2019/04/09/tech/internet-may-be-a-repository-of-all-human-knowledge-its-not-reliable-storage?fbclid=IwAR2iZUygt9lFSVYBKgHjLkuuNu7On4NBAsC3beNtAe0WlicnNBlAghwTC3o. Accessed on: Apr. 18 2019.

YOUNGBLOOD, G. Expanded cinema. New York: E. P. Dutton & Co, Inc, 1970.

Publicado
2022-07-06
Como Citar
Castanheira, J. C. S. (2022). O efêmero piscar de olhos: Arquivos materiais, digitais e o enquadramento da memória. Revista FAMECOS, 29(1), e43298. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2022.1.43298
Seção
DOSSIÊ - MUDANÇAS TECNOLÓGICAS & CULTURAIS NA ERA DIGITAL