Jornalismo Político: Democracia, Cidadania, Anomia

  • José Marques de Melo Universidade Metodista de São Paulo
Palavras-chave: Jornalismo, jornalismo político, liberdade de imprensa

Resumo

Ancorado na metáfora de que jornalismo e democracia são irmãos siameses, o autor argumenta que o jornalismo tem natureza essencialmente política. Não obstante, a cobertura dos assuntos referentes à gestão do Estado converteu-se em categoria jornalístca, configurando uma editoria específica, em espaços e circunstâncias determinados. Seu foco de análise nesta comunicação é o jornalismo político brasileiro, cujo perfil foi esboçado a partir da literatura existente e cujos impasses são debatidos no marco da democracia representativa vigente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

José Marques de Melo, Universidade Metodista de São Paulo
Doutor em comunicação. Professor da Universidade Metodista de São Paulo

Referências

BALLE, Francis. Médias et Societé, Paris, Montchrestien, 1997.

_____. Dictionaire des Médias, Paris, Larousse, 1998.

BELTRÃO, Luiz. A imprensa informativa, São Paulo, Folco Masucci, 1969.

BIROU, A. Dicionário de Ciências Sociais, Lisboa, Quixote, 1973.

CARDOSO, Fernando Henrique. Vigiar sem punir, O Estado de S. Paulo, p. 2, São Paulo, 2 mar. 2008.

CRUVINEL, Tereza. Colunismo: análise, opinião e ética, In: Seabra & Souza. Jornalismo político – teoria, história e técnicas. Rio de Janeiro: Record, 2006. p. 211-234.

ERBOLATO, Mário. Jornalismo especializado, São Paulo, Alas, 1981.

FERGUSON, PATTEN & WILSON. Journalsim Today, Illinois, NTC, 1997.

HYNDS, Ernest. Periodismo Norteamericano Hoy, Mexico, Editores Asociados, 1977.

KAYSER, Jacques. Le Quotidien Français, Paris, FNSP, 1962.

MACDOUGALL, Curtis. Newsroom problems and policies, New York, Dover, 1963.

MARTINEZ de Sousa, José. Diccionário general de periodismo, Madrid, Paraninfo, 1981.

MARTINS, Franklin. Jornalismo político, São Paulo, Contexto, 2005.

MCLUHAN, Marshall. Galáxia de Gutenberg, São Paulo, Nacional, 1972.

MELO, José Marques. Comunicação Social: Teoria e Pesquisa, Petrópolis, Vozes, 1970.

_____. Estudos de Jornalismo Comparado, São Paulo, Pioneira, 1972.

_____. Identidade da imprensa brasileira no final de século, S. B.Do Campo, Metodista, 1998.

_____. Subdesenvolvimento, Urbanização e Comunicação, Petrópolis, Vozes, 1976.

PEREIRA, Álvaro. Jornalismo político contemporâneo, In: SEABRA & SOUZA. Jornalismo político – teoria, história e técnicas. Rio de Janeiro: Record, 2006. p. 87-108.

RAMOS, José Nabantino. Jornalismo, dicionário enciclopedico. São Paulo: Ibrasa, 1970.

SEABRA, & SOUSA. (Org.). Jornalismo político – teoria, história e técnicas. Rio de Janeiro: Record, 2006.

SEABRA, Roberto. Jornalismo político: história em processo. In: SEABRA & SOUZA. Jornalismo político – teoria, história e técnicas. Rio de Janeiro: Record, 2006. p. 87-108.

SOBRINHO, Barbosa Lima. O problema da imprensa. Rio de Janeiro: José Álvaro Editor, 1923.

Publicado
2008-09-13
Como Citar
Melo, J. M. de. (2008). Jornalismo Político: Democracia, Cidadania, Anomia. Revista FAMECOS, 15(35), 90-94. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2008.35.4097
Seção
Impasses Teóricos