O destino do fait divers: política, risco e ressentimento no Brasil contemporâneo

  • Paulo Vaz Universidade Federal do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Fait divers, risco, política,

Resumo

Através dos conceitos de risco e negligência, crimes, acidentes e catástrofes são hoje construídos como dependentes de decisões políticas. Essa forma de construção, de um lado, explica porque parte do que antes era tido como fait divers torna-se notícia política, econômica ou científica. De outro lado, ao menos no Brasil, essa construção opera uma distribuição entre indivíduos comuns inocentes e políticos ineficientes e corruptos, distribuição que alimenta a indignação moral e amplia a crise da política.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Vaz, Universidade Federal do Rio de Janeiro
Professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Referências

BARTHES, R. Ensaios críticos. Lisboa: Edições 70, 1977.

BAUMAN, Z. Liquid fear. Londres: Polity Press, 2006.

BOUTELLIER, H. Crime and morality. Dordrecht: Kluwer Academic Publishers, 2006.

BROWN, P. Corpo e sociedade: o homem, a mulher e a renúncia sexual no início do cristianismo. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1990.

CASTEL, R. L’insecurité sociale. Paris: Seuil, 2003.

______. As metamorfoses da questão social. Petrópolis: Vozes, 1999.

DOUGLAS, M. Risk and blame. Londres: Routledge, 1992.

FUREDI, F. Culture of fear revisited: risk-taking and the morality of low expectation. Londres: Continuum, 2006.

GARLAND, D. The culture of control. Chicago: The University of Chicago Press, 2001.

GUP, T. A savage history. In: Time Magazine, v. 9, n. 21, 1991. Disponível em: http://www.time.com/time/magazine/article/0,9171,976504,00.html Acesso em mar. 2008.

GUSFIELD, J.R. The culture of public problems: drinking-driving and the symbolic order. Chicago: ChicagoUniversity Press, 1981.

HART, H.L.A. e HONORÉ, T. Causation in the Law. Oxford: Oxford University Press, 1985.

LUHMAN, N. Risk : a sociological theory. New York: A. de Gruyter, 1993.

KANT, I. Crítica da razão pura. São Paulo: Abril Cultural, 1979.

REIS, E. Perceptions of poverty and inequality among Brazilian Elites. In Elisa Reis e Mick Moore (org.). Elite perceptions of poverty and inequality. Nova Iorque: Zed Books, 2005.

SÁ-CARVALHO, C. O sofrimento em imagens: uma história entre a fotografia e a política. 2008. Dissertação (Mestrado) - ECO/UFRJ, 2008.

TAYLOR, C. A secular age. Cambrige, Ma: Harvard University Press, 2007.

VAZ, P., SÁ-CARVALHO, C. e POMBO, M. Risco e sofrimento evitável: a imagem da polícia no noticiário do crime. E-compós – Revista da Associação Nacional dos PPGs em Comunicação, n. 4, p. 1-22, 2005.

Publicado
2008-09-13
Como Citar
Vaz, P. (2008). O destino do fait divers: política, risco e ressentimento no Brasil contemporâneo. Revista FAMECOS, 15(35), 51-60. https://doi.org/10.15448/1980-3729.2008.35.4093
Seção
Impasses Teóricos